Free Electrons reforça posicionamento global

Programa conta com mais de 480 candidaturas.
Foto: Pixabay

Terceira edição do programa Free Electrons 2019 conta com mais de 480 candidaturas. O primeiro programa global de aceleração que liga as mais promissoras startups da área da Energia a 10 das maiores elétricas internacionais, atraiu projetos de 62 países e reforça o seu posicionamento global.

Dos 481 inscritos, o programa apenas registou uma taxa de repetição de 10% em relação ao ano passado, o que significa que 90% das candidaturas são de novos participantes. Números que, para a organização, “demonstram que o Free Electrons é cada vez mais um programa verdadeiramente global, focado nas possibilidades de desenvolver projetos e parcerias entre empresas de todo o mundo”.

O programa conta também com mais dois novos parceiros, que vieram alargar uma rede de contactos, agora alargada a 29 mercados diferentes.

Desde 2017, o Free Electrons recebeu mais de 1.400 candidaturas e gerou negócios de sete milhões de euros, em contratos assinados entre as 27 startups e 10 utilities.

Um olhar mais atento às candidaturas, permite descobrir que 18% delas são dedicadas ao campo da Gestão de Energia, 14% estão focadas em IoT & Digitalização, 14% têm o foco na área da Geração de Energia, e 9% no universo das Redes Inteligentes.

Os Estados Unidos, com um total de 64 startups, Alemanha, com 30, e o Reino Unido, com 25, são os países com mais representantes, mas nações como a Espanha (24), Portugal (com 21), Brasil (20), ou Índia estão igualmente bem representados.

“Não podíamos estar mais satisfeitos com as candidaturas que recebemos, com 90% das candidaturas a serem de novas startups que querem participar no Free Electrons. Estamos a conseguir atrair startups inovadoras e muito interessantes, que de facto querem mudar o panorama do sector da energia”, destaca Luís Manuel, administrador da EDP Inovação.

Tal como no ano passado, a edição de 2019 do Free Electrons vai dividir-se em três módulos mundiais: o primeiro, em Columbus (EUA), em Maio, o segundo em Hong Kong (China), em Junho, e o terceiro e último módulo vai realizar-se em Lisboa, em Setembro. Aqui será conhecido o grande vencedor, que receberá um prémio de 200 mil dólares.

O programa de aceleração Free Electrons é o resultado de um consórcio que reúne empresas do ramo energético com uma aposta estratégica na inovação com o objetivo de trazer para o futuro do sector um novo paradigma assente em energias limpas, eficientes e acessíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

four × four =