Fundação Repsol investe em empresa de Impacto Social

Foto: Koiki

Trata-se do primeiro investimento realizado pelo Repsol Impacto Social e está em linha com a estratégia definida pela empresa e sua Fundação para consolidar a sua presença no setor do investimento de impacto social.

A Koiki é uma rede de microcentros urbanos de distribuição de última geração que causa impacto social, criando emprego para grupos vulneráveis e benefícios para o meio-ambiente, mediante o uso de meios de transporte sustentáveis nas suas entregas.

A Fundação Repsol lançou, no passado mês de julho, um fundo de investimento de impacto social, no valor de 50 milhões de euros, com o objetivo de desenvolver uma rede de empresas sociais em Espanha e Portugal, focadas na transição energética e inclusão de grupos vulneráveis.

Com a aquisição de 25,4% do capital da Koiki, a Fundação Repsol, através do Repsol Impacto Social, pretende contribuir para a sustentabilidade de empresas com impacto positivo na sociedade, apoiando o seu desenvolvimento para que sejam economicamente sustentáveis no tempo, assegurando a geração de valor.

Esta operação torna a Fundação Repsol acionista de referência da Koiki, e é o primeiro investimento realizado pelo Repsol Impacto Social, o fundo de investimento de impacto lançado pela Fundação no passado mês de julho.

A Koiki é uma rede de microcentros de última geração criada em 2014. Conta com duas linhas de negócio: o “delivery”, transporte de última geração, localizado em núcleos urbanos e focado na entrega de envios que recebe de transportadoras ou lojas online; e o porta-a-porta, centrado no transporte interurbano de pacotes e inclui a recolha no domicílio do cliente até à entrega no destinatário final.

Atualmente, a Koiki conta com 30 centros em Madrid, Saragoça, Huesca, Lérida, Girona, Barcelona, Huelva, Almeria, Murcia, Alicante, Valência, Maiorca e Menorca, nos quais trabalham 100 pessoas de grupos vulneráveis. O seu objetivo é continuar a expandir a sua rede a nível nacional para maximizar o seu impacto.

O setor da última geração em um elevado potencial de crescimento em Espanha, impulsionado pela expansão do comércio eletrónico em setores como o farmacêutico, da alimentação ou o têxtil.

Com a criação deste fundo de investimento social, a Repsol e a sua Fundação entram no setor do investimento de impacto social, até agora pouco desenvolvido em Espanha. O fundo, no valor de 50 milhões de euros, será destinado ao investimento e ao desenvolvimento de uma carteira de empresas sociais focadas em contribuir para o desafio global da transição energética e gerar oportunidades profissionais para pessoas de grupos vulneráveis em Espanha e Portugal.

Os seus segmentos de atividade prioritários são a redução de emissões, a mobilidade sustentável, a economia circular, a eficiência energética e os produtos e serviços Eco. O objetivo é entrar numa fase inicial do desenvolvimento destas empresas e ajudá-las a crescer e a serem rentáveis.

Para assegurar a geração de valor e impacto, estas atividades e negócios sociais terão como guia essencial o seu possível crescimento, a sua rentabilidade económica e financeira, para que sejam sustentáveis no tempo, assim como a inclusão de grupos vulneráveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

19 − 3 =