Hoopers expande-se para o Brasil e fortalece a comunidade de basquetebol

Na foto: André Costa, CEO Hoopers e Rodrigo Vicentini CEO NBA Brasil

A Hoopers, a startup tecnológica portuguesa para os fãs do desporto, acaba de chegar ao mercado brasileiro com a missão de unir a comunidade de jogadores e entusiastas do basquetebol, criando uma conexão entre o mundo físico e o digital. Depois de estabelecer sua posição em Portugal e Espanha, a Hoopers aposta agora no Brasil como um dos seus territórios operacionais-chave.

Em Portugal, a Hoopers tem-se destacado como a plataforma de referência para a comunidade de basquetebol, conectando jogadores, fãs e entusiastas do desporto através de projetos em campos, produtos, conteúdos e tecnologia. A empresa tem revitalizado vários recintos desportivos, lançado coleções e colaborações de produtos com a comunidade e o seu podcast – 1×1 by Hoopers – foi reconhecido como um dos melhores conteúdos desportivos do país. Agora, a Hoopers dá mais um passo na sua expansão internacional, chegando ao Brasil, enquanto desenvolve iniciativas em Espanha.

Na foto: Quadra no Parque Villa-Lobos, São Paulo, Brasil com o design de Neto78 (foto de Hoopers/NBA Brasil)

“Estamos muito entusiasmados com este momento. O mercado brasileiro é estratégico para nós. Encontrámos no Brasil uma indústria de basquetebol em pleno desenvolvimento e expansão, com um crescimento da base de fãs que é um exemplo a nível mundial”, afirma André Costa, fundador e CEO da Hoopers.

“Estamos aqui para ficar e ajudar a construir e melhorar a experiência da comunidade como um todo. Queremos conectar-nos com as pessoas, com os projetos já existentes e com as comunidades locais, a fim de continuarmos a transformar o jogo e a aprimorar as relações e as experiências de todos aqueles que amam tanto este desporto como nós”, sublinha.

A estreia da Hoopers no Brasil ocorreu em locais emblemáticos da cidade de São Paulo, com dois projetos de revitalização artística e desportiva de campos de basquetebol. O primeiro espaço já foi inaugurado no Parque Villa-Lobos, um dos maiores parques da cidade, que recebe mais de 12 milhões de visitantes por ano. Esse projeto foi realizado em parceria com a NBA e conta com a assinatura artística do artista urbano brasileiro Neto78. A próxima intervenção está prevista para o Vale do Anhangabaú, um local histórico e icónico da cidade, em parceria com a WTorre Entretenimento, uma das maiores empresas do Brasil.

Além dos novos campos, a Hoopers está concentrada no desenvolvimento tecnológico, com o lançamento oficial da App Hoopers, disponível em iOS e Android. Através do aplicativo, os membros da comunidade podem localizar e mapear campos de basquetebol, além de se conectarem com outros utilizadores. No futuro serão lançadas novas funcionalidades, como a possibilidade de marcar jogos entre amigos e aceder a conteúdos e produtos exclusivos.

Na foto: André Costa, CEO Hoopers

“As pessoas ainda encontram dificuldades para descobrir espaços para jogar basquetebol e, principalmente, para se conectarem umas com as outras. A marcação de jogos continua a ser um grande desafio, e o conteúdo está disperso em várias plataformas, o que exige muito tempo e esforço. Trabalhamos nessa interseção entre o físico e o digital, e é exatamente aí que vemos uma oportunidade para oferecer valor e melhorar a experiência da comunidade com a nossa plataforma”, comenta André Costa.

A Hoopers, que atualmente está incubada na Startup Lisboa e na Startup Braga em Portugal, expande a sua presença internacional ao integrar também o Arena Hub, o maior centro de desporto e entretenimento da América Latina, localizado no estádio Allianz Park. A startup recebeu investimento de capital de risco da Sport Horizon Holding, da Portugal Ventures e de investidores-anjo, precisamente para desenvolver a sua plataforma tecnológica e iniciar a sua expansão internacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

fifteen + thirteen =