Joana Paiva e Sónia Ferreira vencem o Women Entrepreneurship Award

Foto: Women Entrepreneurship Award

O Women Entrepreneurship Award (WEA 2021) distinguiu este ano Joana Paiva, cofundadora e CTO da iLof, e Sónia Ferreira, fundadora e CEO da BestHealth4U. As duas empreendedoras foram as vencedoras da terceira edição do concurso anual do CTIE – Center for Technological Innovation & Entrepreneurship, da Católica-Lisbon School of Business & Economics, que pretende premiar e estimular o empreendedorismo feminino, promovendo uma maior igualdade de género no ecossistema de empreendedorismo.

Sónia Ferreira fundou a BestHealth4U, uma healthtech de investigação e desenvolvimento de soluções para dispositivos médicos que se fixam à pele. Foi criada em 2017 e desenvolve produtos nas áreas da ciência e saúde, para melhorias na vida dos utilizadores, redução de custos e gestão dos recursos ambientais. O primeiro produto da empresa, o Bio2Skin, é um adesivo médico para lesões que utiliza as características naturais da pele para obter boas propriedades de adesão, evitando irritações e problemas de alergia, mesmo nos casos de uso contínuo ou crónico.

Foto: Sónia Ferreira

Sónia explica que “Vencer o WEA vai potenciar o trabalho que tenho estado a desenvolver na BestHealth4U, a inovação que produzimos e o impacto que queremos ter no mundo. Mais importante que isso, acredito que este prémio pode inspirar e motivar outras mulheres a crescer no mundo dos negócios, fomentando uma mudança cultural baseada na igualdade efetiva de género e reconhecimento do valor que as mulheres agregam à economia.” Em 2021, a empresa conta captar investimento para o crescimento da equipa, internacionalização da BestHealth4U e do Bio2Skin, e para desenvolvimento do seu adesivo inteligente, o Adhesiv.Ai.

Joana Paiva cofundou a iLof e é a CTO da empresa. Consiste numa biblioteca digital de biomarcadores de doenças e perfis biológicos, para fornecer ferramentas de triagem e estratificação. A iLoF está a desenvolver pilotos e estudos clínicos na doença de Alzheimer, oncologia (cancro do estômago e ovário), bem como doenças respiratórias e infecciosas (SARS-CoV-2, pneumonia, gripe).

Foto: Joana Paiva

“Acredito que vou tirar proveito da mentoria associada a este programa para progredir com as minhas capacidades de liderança e desenvolver melhorias importantes que podem ser incluídas no nosso modelo de negócio, proposta de valor e no contacto com potenciais clientes”, esclarece Joana Paiva. “Para 2021, estou focada na construção de uma plataforma na nuvem, segura, dinâmica e escalável, para acelerar em pelo menos 10 vezes os recursos da iLoF e recolher perfis óticos de pacientes de forma descentralizada (distribuída entre nossa rede de parceiros clínicos e utilizadores), aumentando o seu número em pelo menos 50 vezes em relação aos gerados em 2020”, acrescenta.

As empreendedoras foram distinguidas com um prémio no valor de três mil euros, uma bolsa para um programa avançado em Empreendedorismo e Inovação na Católica-Lisbon School of Business & Economics e ainda mentoria por parte de um dos jurados envolvidos no prémio.

Céline Abecassis-Moedas, fundadora do CTIE e Dean para a formação executiva da Católica-Lisbon, elogiou “O grande talento feminino em Portugal. Temos tido exemplos inspiradores e as duas vencedoras das edições anteriores do WEA receberam grandes investimentos este ano: a Sensei levantou uma ronda de 5,4 milhões de euros; e a StudentFinance de 4,5 milhões de euros, o que significa que estamos a ajudar a talhar o futuro do empreendedorismo feminino no país.”

As vencedoras foram selecionadas de um universo de 58 líderes mulheres, portuguesas e internacionais, com um projeto com atividade em Portugal. Louise Lindblad, cofundadora e COO da Valispace, uma ferramenta de produtividade digital que ajuda equipas de engenharia na partilha de dados dinâmicos em atualização, foi a terceira finalista a participar na sessão final de pitch que distinguiu as vencedoras.

O Women Entrepreneurship Award (WEA) foi criado em 2019 pelo CTIE. Joana Rafael, cofundadora da Sensei, e Marta Palmeiro, cofundadora da StudentFinance, foram as vencedoras da primeira e da segunda edição, respetivamente.

O CTIE da Católica-Lisbon tem como objetivo a investigação em áreas como empreendedorismo, design for innovation, entre outros, bem como impulsionar a ligação entre a comunidade académica da escola e o ecossistema empreendedor nacional e internacional. Foi fundado por Céline Abecassis-Moedas e é apoiado pela Patrick and Lina Drahi Foundation.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

fourteen + 14 =