Liderança Emocional

A Liderança Emocional (LE) é o ADN que contém as instruções ‘genéticas’ do desenvolvimento das equipas e dos negócios. Essas características são exercidas por um Líder orientado para o sonho, a missão, a visão, o objetivo, a ação e para a aprendizagem.

  • Um Líder que, ao Sonhar, tem a capacidade de antecipar o futuro.
  • Um Líder que tem a Missão de criar outros líderes na equipa.
  • Um Líder que tem a Visão de perpetuar os valores da empresa.
  • Um Líder que tem o Objectivo de atingir resultados excepcionais.
  • Um Líder que tem o foco na Ação para executar continuamente.
  • Um Líder que tem a capacidade de valorizar a Aprendizagem das emoções.

Esse ciclo virtuoso do sonho à aprendizagem facilita o crescimento sustentável da empresa, a metáfora ‘O voo dos gansos’ é um excelente exemplo da Liderança Emocional que o Líder coloca em prática quotidianamente.

Dessa forma desenvolve uma cultura organizacional focada nas soluções, nos recursos internos, nos valores e na inteligência emocional. Uma estratégia de progresso em que ninguém na equipa fica para trás, de entreajuda e reciprocidade.

Uma liderança exercida por um Líder baseada na Liderança Emocional caracteriza-se também por colocar perguntas que fomentam as relações de proximidade com os clientes internos da empresa (os colaboradores) para que depois estes superem, com sucesso, as expectativas dos clientes externos e lhes acrescentem continuamente valor. A auscultação frequentemente realizada pelo Líder de dentro para fora da empresa fomenta uma curiosidade por ‘perguntas poderosas’ perante cada desafio, essa dinâmica de envolvimento que rapidamente é transferida para o exterior da empresa chegando aos clientes e às restantes partes interessadas (Stakeholders).

Exemplos de perguntas colocadas num processo de Coaching 4People2Business:

-Qual é o sonho, a missão, a visão, o objetivo, a ação e a aprendizagem?

-Como o/a visualiza?

-Como o/a ouve?

-Como o/a sente?

-Onde o/a sente?

Algumas das PME´s em Portugal têm Líderes que realizaram processos de Coaching, o que contribuiu decisivamente para que fossem distinguidas como ‘PME Excelência’ pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação/Turismo de Portugal. Em ‘2016 este estatuto foi atribuído a 1786 empresas cujo desempenho melhorou globalmente, relativamente ao exercício anterior, traduzindo-se num aumento generalizado dos seus indicadores económico-financeiros.’

No ano passado, destaca-se o ‘aumento do EBITDA em 35,7%, do capital próprio em 23,7%, das exportações em 17,9% e do volume de negócios em 16,6%. Em conjunto, estas 1786 PME Excelência representaram 62417 postos de trabalho.’

Em relação às edições anteriores (2009-2016) mantem-se ‘o posicionamento regional das empresas que atingiram o estatuto PME Excelência 2016, isto é, em primeiro lugar surge o distrito do Porto com 21% das empresas, seguido pelo de Lisboa com 18% e, pelos de Aveiro e Braga, com 12% e 11%, respetivamente. De igual modo, a representatividade sectorial é liderada pela indústria (33,2% das empresas), seguindo-se o comércio (28,67%), os serviços (13,61%) e o turismo (11,53%).’ No que concerne à sua dimensão, ‘69% das empresas são pequenas, 26% são médias e os restantes 5% representam as de micro dimensão.’

A margem de expansão do coaching nas empresas no nosso país é enorme e necessária para que estas continuem a criar valor para os seus clientes, o Coaching 4People2Business oferece a oportunidade de transformação e de aplicação da Liderança Emocional para que mais empresas em 2017 conquistem o estatuto de PME Excelência. Para que existam cada vez mais Líderes em Portugal a sonharem, a implementarem uma missão/visão, a concretizarem objetivos/ações e a realizarem aprendizagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

thirteen + 12 =