Microsoft desafia 20 startups a brilhar na Web Summit

Foto de Microsoft

A Microsoft vai apoiar 20 startups integrantes do seu programa Microsoft for Startups Founders Hub a participar na Web Summit.

Com o propósito de apoiar e fortalecer relações junto do ecossistema de startups, a Microsoft terá, uma área ao seu programa Microsoft for Startups Founders Hub. O espaço pretende ser uma montra para as 20 startups participantes no programa exporem as suas soluções.

Ao mesmo tempo a Microsoft aproveita a presença dos mais destacados profissionais do setor no evento tecnológico de Lisboa para dar acesso a mentoring hours, investors office hours e networking com empresas de capital de risco e interlocutores do ecossistema empreendedor.

Da lista de startups presentes, oito são portuguesas e as restantes da Alemanha, Grécia, Irlanda, Reino Unido, Suécia e Suíça.

Entre as startups portuguesas a Taikai, fundada em 2018, é uma plataforma de aceleração digital com uma comunidade de mais de 38 mil programadores, empreendedores e estudantes, tendo já apoiado mais de 60 organizações na criação de desafios de inovação, incluindo os hackathons desenvolvidos com a Microsoft Portugal.

Na área da Educação, a DreamShaper é uma ferramenta online que guia os alunos por experiências de aprendizagem práticas e motivadoras, por projeto, com suporte e orientação dos seus professores.

Já a Fashable, desenvolveu, em parceria com a Microsoft, uma aplicação que permite criar designs de roupa com base num sistema de IA. A partir de dados de redes sociais, lojas online, entre outras fontes, a app absorve tendências e aplica-as em criações próprias únicas, permitindo às marcas testarem a recetividade dos produtos antes de os enviar para produção, poupando recursos e matéria-prima.

A iLof procura concretizar uma nova era de medicina personalizada. Através de uma biblioteca digital de biomarcadores de doenças armazenada em cloud Microsoft, fornece ferramentas de triagem e estratificação de pacientes de maneira acessível, rápida e portátil.

A Reviewpad criou uma plataforma que usa IA para simplificar o processo de revisão de código SaaS e ajudar as equipa de desenvolvimento a serem mais eficientes, disponível no GitHub.

A Modatta é um marketplace para soluções baseadas em dados pessoais consentidos, onde empresas e consumidores estabelecem relações positivas e relevantes, fomentando uma economia digital justa.

Já a Networkme, é uma plataforma de desenvolvimento de carreira que conecta os estudantes a empresas e profissionais. Recentemente, anunciou a captação de 1 milhão de euros de investimento para acelerar a expansão ibérica.

Fundada em Braga, a startup We Can Charge permite a hotéis, universidades, parques de estacionamento ou restaurantes rentabilizarem as suas estações de carregamento para veículos elétricos.

Lançado em março deste ano, o Microsoft for Startups Founders Hub é um programa que visa apoiar startups em todo o mundo, ajudando-as a crescer com acesso a recursos técnicos e comerciais para acelerar a sua expansão sustentável. Atualmente, a iniciativa está presente em 140 países e possibilita a aceleração de milhares de startups tecnológicas, alavancando uma rede de parceiros global.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

five × 4 =