NEST cria laboratório de Turismo

Foto: EHT de Setúbal

O NEST criou laboratório de ideias para novos conceitos na indústria turística nacional. O laboratório funciona na escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal e está aberto a startups com projetos para o setor.

O NEST – Centro de Inovação do Turismo e a Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal uniram-se para o projeto Future Labs, um espaço livre para experimentação e aceleração de conhecimento, inovação e tecnologia para o desenvolvimento da indústria do turismo nacional. Um projeto à escala nacional que conta com as entidades mais relevantes do setor como o Turismo de Portugal, experts em conhecimento digital e parceiros líderes em inovação como a Microsoft.

O Future Labs é um projeto do NEST desenvolvido em parceria com a Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, tornando-se numa referência nacional para a inovação no setor do Turismo.

Trata-se de um espaço aberto a startups ou entidades que queiram desenvolver produtos e serviços através da experimentação em ambiente real e contribuir para a inovação do turismo português na área hoteleira e complementares. Entre a lista dos primeiros a utilizar o espaço para pilotos de inovação estão a ADENE, Acessible Portugal e Dotesfera, Mastercard, Microsoft, Turismo de Portugal.

Roberto Antunes, diretor executivo do NEST refere que “Este projeto vem materializar um dos principais pilares estratégicos do NEST: criar espaço para a experimentação e execução de pilotos para a inovação no turismo. Concretizar um espaço dedicado a este fim foi uma conquista de 2020 de que estamos muito orgulhosos, especialmente por termos no seu arranque, e já em curso, parceiros tão relevantes como a ADENE, a Accessible Portugal, a Microsoft ou a Mastercard”.

Foto de FutureLabs/Nest/EHT de Setúbal

O objetivo do NEST é que estes pilotos deem origem a Minimum Viable Products (MVPs) com foco em quatro áreas prioritárias: sustentabilidade e eficiência operacional de recursos (energia, água, resíduos e desperdício F&B), seamless experience de hóspedes e clientes, recolha de big data e na personalização de experiências . Desta forma, pretende-se concretizar soluções tecnológicas que melhorem a satisfação do cliente final, maximizem vendas diretas, melhorem o marketing de conteúdos e rentabilizem os recursos dos hotéis. Os resultados dos pilotos já em curso serão tornados públicos através de relatórios e casos práticos que comprovem os conhecimentos adquiridos e a inovação desenvolvida.

São já quatro os pilotos que começaram a ser desenvolvidos ainda em 2020 e que visam explorar e melhorar os vários aspectos da hotelaria em Portugal. A acessibilidade e o atendimento inclusivos serão trabalhados através da criação de uma web app para capacitação do staff no ramo hoteleiro, em parceria com o Turismo de Portugal, a Accessible

Portugal e a Pipecodes. Já aspectos relativos à sustentabilidade serão abordados através de soluções e tecnologias para a gestão eficaz da água e energia nos hotéis, nomeadamente da ferramenta Eart da Phyen, o projeto vencedor do prémio Especial Turismo by NEST, nos prémios AQUA+ da ADENE. O piloto com a colaboração da Mastercard tem foco numa experiência seamless e touchless de check-in/check-out dos hóspedes, permitindo ao sector hoteleiro e serviços complementares proporcionar ao turista segurança e confiança nas suas viagens. Por último, o tema da Big Data será desenvolvido em conjunto com a Microsoft e pela NOS, com o objetivo de captar e tratar dados dos turistas a partir da sua estadia no 11 Hotel School, possibilitando a personalização e encaminhamento para as atividades e equipamentos culturais da região de Setúbal.

A Cyango, a grande vencedora do programa Tourism Solutions Now! – programa criado pelo NEST, em parceria com a Startup Lisboa, para encontrar respostas aos desafios do setor do turismo -, é também uma das soluções incluídas no Future Labs com a aplicação do seu software para a criação de visitas virtuais no site do hotel (11 Hotel School). Assim, pretende potenciar as reservas diretas no hotel, através do seu storytelling para unidades de alojamento.

A aprendizagem advinda destes pilotos será uma alavanca de conhecimento para o setor do turismo em Portugal e todo o seu tecido empresarial, assim como de oportunidades de formação para quem no futuro irá trabalhar e liderar na área do turismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

16 + 6 =