NextLap 2022 acelera novos negócios para pneus em fim de vida

Foto de David Edelstein no Unsplash

A entidade gestora portuguesa Valorpneu e a Genan, líder mundial em reciclagem de pneus, voltam a unir-se à consultora Beta-i no projeto que impulsiona novas técnicas e modelos de negócio para a circularidade do setor

Depois de uma primeira edição com foco na colaboração direta entre grandes empresas e startups, a entidade gestora portuguesa Valorpneu e a recicladora multinacional de origem dinamarquesa Genan, lançam a segunda edição do NextLap.

Este ano, também com a missão de reduzir o desperdício de materiais e promover um mercado de pneus mais circular, o projeto terá foco na aceleração – com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de negócios early stage ou em fases iniciais de monetização em negócios escaláveis e produtos em desenvolvimento, através de formação, mentoria e acesso a empresas e especialistas da indústria.

O NextLap Accelerator é coordenado pela Beta-i e tem as candidaturas abertas até 5 de junho. Podem participar PMEs, startups, centros de investigação e desenvolvedores de todo o mundo que contem com ideias de negócio ou soluções inovadoras focadas no tratamento e reutilização de pneus usados.

Durante quatro meses, os participantes contarão com o apoio de parceiros de indústria para sessões de mentoria e validação de negócio, bem como com formação e apoio de outros peritos técnicos para orientar o desenvolvimento de produtos.

“O NextLap Accelerator é mais um desafio no desenvolvimento de novas soluções para os materiais derivados de pneus em fim de vida e no caminho para uma economia que se pretende mais circular”, sublinha Climénia Silva, Diretora Geral da Valorpneu.

Este programa, que se sucede à primeira edição do NextLap, “é uma oportunidade para investigadores, estudantes, startups ou apenas para quem idealize utilizar o pneu como um recurso”, acrescenta ainda a responsável da Valorpneu.

Por sua vez, para Thomas Ballegaard, CCO da Genan, frisa que “Depois de desgastados, os pneus são na sua maioria classificados como resíduos, o que é um enorme erro. Na verdade, os pneus em fim de vida podem ser desenvolvidos em muitos produtos diferentes para uma vasta gama de aplicações e soluções.”

De acordo com Diogo Teixeira, CEO da Beta-i, depois de na primeira edição do NextLap, em 2021, “percebemos a existência de um grande volume de propostas poderosas para o setor, que ainda podem contar com mentoria e acesso a players do setor para que demonstrem todo o seu valor. É por isso que decidimos reformular a estrutura do programa este ano, de modo a promover a transformação destas propostas em negócios viáveis e escaláveis num menor período de tempo.”

O programa conta com um bootcamp aceleração, onde a ideia mais promissora receberá um prémio de 5.000 euros. Os melhores projetos selecionados terão ainda a oportunidade de fazer um pitch para o Comité de Inovação Global de Genan, na Dinamarca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

5 − four =