Nova SBE mantém liderança nacional na lista dos melhores Mestrados em Gestão

Na foto: Campus da Nova SBE em Carcavelos, Portugal

Já são conhecidos os resultados do ranking Masters in Management do Financial Times, que anualmente lista os melhores Mestrados em Gestão no mundo. A Nova SBE mantém a sua posição destacada de liderança nacional e consolida a 15ª posição mundial.

A Nova SBE é a única escola portuguesa a figurar no top 15 global, uma conquista notável que se junta a outras distinções recentes nos rankings do Financial Times, incluindo Formação de Executivos, onde atingiu a melhor classificação de sempre para uma escola portuguesa, ocupando o 18º lugar mundial e o 15º lugar europeu, e o Mestrado Internacional em Finanças, classificado em 11º lugar a nível global.

Para Pedro Oliveira, Diretor da Nova SBE, Estes resultados não só destacam a posição de liderança da Nova SBE a nível nacional, como também reforçam o seu prestígio a nível internacional. “Eles confirmam o compromisso da escola em oferecer um corpo docente de excelência, pesquisa de ponta e programas inovadores.”

Ele observou que os alunos de hoje buscam experiências globais, e os resultados do ranking refletem a excelente reputação internacional da Nova SBE, com destaque para a presença de um corpo docente internacional de 41% e a 13ª posição no critério de “mobilidade internacional de trabalho”.

Um dos destaques no ranking Masters in Management é a pontuação da Nova SBE no critério “Salário Anual” alcançado pelos seus alumni, que registou um impressionante aumento de 25% em comparação com o ano anterior. Além disso, no critério “Empregabilidade a 3 meses”, a Nova SBE também registou um crescimento, atingindo uma impressionante taxa de 97% em 2023.

Pedro Oliveira Diretor científico do OUI Knowledge Center
Pedro Oliveira, Diretor da Nova SBE

Pedro Oliveira enfatizou ainda a oportunidade de criar um cluster de educação entre as principais escolas de negócios portuguesas, destacando o papel fundamental dessas instituições na formação de futuros líderes com uma visão estratégica e informada.

“Não somos a única escola portuguesa em destaque nestes rankings e existe uma oportunidade de criar um cluster de educação entre as principais escolas de negócios portuguesas. Estas escolas têm um papel fundamental na alteração de mentalidades e na capacitação de jovens e de executivos, com as competências necessárias para o sucesso dos negócios e uma visão mais estratégica e informada sobre o que é necessário fazer”, conclui.

O ranking é liderado pela HEC de Paris, e as universidades francesas ocupam 3 dos primeiros 5 lugares da tabela. A França representa o maior grupo de universidades presentes no ranking, com 21 mestrados, entre os 100 melhores do mundo, seguida da Índia, com 11 escolas de gestão no ranking. As escolas britânicas são o terceiro maior grupo, com 10 universidades representadas.

Entre as universidades portuguesas, além da Nova SBE (15ª posição), também integram a lista dos 100 melhores mestrados em gestão a Católica Lisbon School of Business and Economics (25ª) e a Iscte Business School (62ª).

O ranking Masters in Management 2023 do Financial Times avaliou e classificou os 100 melhores mestrados em gestão em todo o mundo, com base em 18 indicadores que avaliam a qualidade do mestrado e da escola em três dimensões principais: progresso de carreira dos graduados, diversidade da escola e experiência internacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

17 + three =