Os Desafios do Empreendedorismo – A desvalorização da Comunicação pode ser fatal

Foto: Gerd Altmann/Pixabay

Face aos enormes desafios que se apresentam às iniciativas empresariais no mercado, a comunicação é essencial no suporte das metas de negócio de projetos emergentes e startups.

Num contexto de enormes obstáculos que se apresentam a novos projetos, coloca-se a questão de como conseguir lidar com os desafios da Comunicação no contexto de uma startup, e como criar o buzz necessário à volta de um produto ou serviço sem gastar uma fortuna.

Os números apontam para um cenário de dificuldades por parte dos empreendedores, 1/3 das startups fecha ao fim de um ano, tendo de lidar com questões relacionadas com a falta de perspetiva e de feedback de stakeholders, recursos limitados, lacunas na estratégia desenhada ou a incapacidade de adaptação perante as adversidades encontradas pelo caminho.

Neste cenário, o papel da Comunicação pode ter sido deixado para segundo plano, apesar de constituir um suporte à visibilidade e contacto com possíveis parceiros, investidores e clientes, potenciar a reputação, atuar como uma forma de criar uma mensagem original, e alavancar o processo comercial.

Marta Gonçalves, Managing Partner da Say U Consulting, sublinha que o mercado nacional “revela uma preponderância do fenómeno startup e uma apetência acrescida para colocar em prática projetos de natureza empreendedora.” A responsável pela consultora de Comunicação do concurso Acredita Portugal aponta a relevância para a existência de “ferramentas que potenciem ideias e a relação dos empreendedores com outros stakeholders. Um objetivo que apenas poderá ser plenamente alcançado através de uma estratégia, visibilidade e alcance eficaz para os projetos que dão os primeiros passos na sua implementação.”

A experiência proporcionada em sete anos de parceria com a Acredita Portugal possibilitou que a Say U Consulting identificasse os desafios para os projetos portugueses e desenvolver metodologias que permitam uma resposta estruturada às necessidades de comunicação de startups e de suporte às suas metas de negócio.

“Este apoio tem sido fulcral no desenvolvimento sustentável de uma associação sem fins lucrativos que todos os anos ajuda milhares de empreendedores”, destaca Fernando Fraga, Head of Innovation da Acredita Portugal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

1 × 2 =