Os melhores bootcamps de programação em Lisboa

Foto de Radowan Nakif Rehan no Unsplash

Com a digitalização crescente da sociedade, a profissão de programador deixou de ser olhada como uma coisa de “geeks” para se tornar essencial a toda e qualquer organização que se queira de sucesso.

Aliás, a importância da programação foi sublinhada pelo governo português que lançou um programa para a formação/reconversão profissional de cerca de 15 mil programadores para fazer face à escassez deste tipo de profissionais no mercado português.

Atraídos pela alta empregabilidade e pelos salários acima da média que são praticados nesta área, cada vez mais jovens estudantes e profissionais de outros setores, em busca de novas perspetivas de carreira, têm procurado formação específica em programação.

Para além dos cursos e ações de formação intensivos, os bootcamps de programação têm-se afirmado como uma boa solução para quem ambiciona vir a trabalhar na área de TI (Tecnologias da Informação) e para profissionais que já estão no sector, mas querem aprender novas tecnologias.

Se pretende fazer carreira na programação ou refrescar os sus conhecimentos na área para aproveitar o “boom” do setor e vive na capital do país, fique agora a conhecer os cinco melhores bootcamps de programação em Lisboa.

Melhores bootcamps de programação em Lisboa

Wild Code School – Falando do primeiro bootcamp de programação em Lisboa da nossa lista, e com quase uma década de experiência e mais de 20 campus espalhados um pouco por toda a Europa, a Wild Code School, oferece um curso de programação em Lisboa a quem queira aprender a programar (de forma presencial) ou no resto do país (através de remote lerning) uma extensa oferta formativa na área que os prepara para integrarem empresas e projetos na área do digital e entre a qual se encontram os bootcamps de programação.

Localizada na Rua do Conde de Redondo 145, Lisboa, esta escola oferece bootcamps de formação em programação de 19 semanas (720 horas) em regime de full-time (março e setembro) ou part-time remoto (outubro).

Após passarem um processo de seleção que consiste em exercícios e tutoriais, os candidatos vão deparar-se com um bootcamp que a par das soft-skills, vai trabalhar a fundo as hard-skills dos formandos.

Durante o período formativo, os estudantes irão ter a possibilidade de aprenderem várias linguagens de programação, entre as quais se contam o Javascript, HTML, CSS, React, Redux, Node, SQL, NoSQL, GIT. + Curso de Data Analytics Phython e R.

Os bootcamps de programação da Wild Code School permitem ainda que, chegados ao último mês de formação, os estudantes possam cumprir a parte final do curso numa das escolas da rede Wild Code School espalhadas pela Europa.

Apesar de não garantir emprego após a conclusão do curso, a Wild Code School acompanha e apoia os alunos na procura de emprego, na composição de cartas de motivação, na melhoria do seu CV e perfil do LinkedIn e na preparação de entrevistas técnicas e motivacionais.

A completar esta ligação umbilical ao mundo do trabalho, a escola também envia os CV’s dos alunos para a sua rede de empresas parceiras e dando-lhes a oportunidade de beneficiarem, regularmente, de ofertas exclusivas de emprego e estágios.

homem escrevendo código informático num computador
Foto do Procreator UX Design Studio no Unsplash

React GraphQL Academy – Como referimos anteriormente, os bootcamps não se destinam unicamente a quem quer obter formação de base na área da programação. Os bootcamps da React GraphQL Academy (Parede) são um belo exemplo disso mesmo.

Com a duração de uma semana (6 dias uteis) em regime full-time, os bootcamps React GraphQL Academy destinam-se a programadores experientes em JavaScript (mais de 1 ano de experiência) que estejam familiarizados com tecnologias front-end como CSS e HTML e têm como objetivo de tornar o profissional num especialista em React JS através do ensino presencial com mentoria individual.

Ainda que a integração no mercado laboral não seja, pelas características do próprio bootcamp, um dos objetivos, a React GraphQL Academy tem parceiros a quem recomenda alunos.

ITUp – Líder em formação especializada na Plataforma OutSystems focadas em reskilling e upskilling, a ITUp (Linda-a-Velha) disponibiliza uma série de bootcamps de programação indicados para qualquer pessoa com capacidade de raciocínio lógico e domínio da língua inglesa que incidirão sobre a plataforma de desenvolvimento de aplicações OutSystems.

Disponíveis em full-time das 9h às 18h (com muitas horas de compromisso extra) ou pós-laboral em formato e-learning (sessões assíncronas e síncronas com formador das 18h30 às 21h30), estes bootcamps da ITUp já certificaram mais de dois mil profissionais OutSystems em todo o mundo, sendo por isso o #1 OutSystems Global Training Partner.

Le Wagon – Disponível em full-time (9 semanas + carrer week) ou part-time (24 semanas + career week), o bootcamp da Le Wagon ensina os alunos a desenvolver aplicativos web a partir do zero.

Após o processo de seleção dos candidatos que inclui uma entrevista e a conclusão do curso de Ruby na Codecademy (9 horas) / Ruby quis, os estudantes terão contacto com as tecnologias Ruby, Ruby on Rails, Javascript, SQL, HTML & CSS, Git, SQL e React JS que lhes possibilitarão sair deste bootcamp a saberem duas linguagens de Back-End.

De referir que o bootcamp da Le Wagon está classificado em primeiro lugar a nível global (Switchup + Course Report) e oferece aos alunos uma plataforma on-line com todas as palestras gravadas e de acesso permanente.

<Academia de Código_> – Fundada em 2015, a <Academia de Código_> tem como grande objetivo aumentar a empregabilidade, através da formação na área de programação, a desempregados ou pessoas que procuram fazer uma reconversão profissional.

Para além de Lisboa, a <Academia de Código_> disponibiliza bootcamps em regime full-time no Porto, Aveiro, Fundão e Ilha Terceira (Açores) com uma duração de 14 semanas (média de 10 horas por dia).

Existem ainda dois campus internacionais (Cidade da Praia – Cabo Verde – e Utrecht – Holanda). Em todos eles, os cursos lecionados são exatamente os mesmos: um programa de 14 semanas intensivo de programador full-stack que envolvem contacto com as tecnologias Java, JavaScript, MySQL, HTML5, CSS3, Git, React JS e Spring.

A primeira fase de candidatura a estes bootcamps é remota e obrigará o candidato a completar um conjunto de etapas na “n01r”, a plataforma própria da <Academia de Código_>. Já a segunda fase, presencial, consistirá de uma entrevista, aula de demonstração e novo desafio de programação. A candidatura é gratuita.

Classificado como Rising Stars (no Course Report – plataforma de avaliação com base em reviews), estes bootcamp assenta numa metodologia intensiva e relacional com especial enfoque na programação permitindo aos alunos trabalhar em qualquer linguagem ou ambiente de desenvolvimento no futuro.

Após o bootcamp, a <Academia de Código_> faz o acompanhamento do candidato na integração no mercado laboral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

twenty − seven =