PhiloCare vence Startup Race a primeira competição online de startups no Brasil

Imagem de Talha Khalil por Pixabay

A PhiloCare foi a vencedora da Startup Race, a primeira competição online de startups do Brasil organizada pela O Tao Startups.

A vencedora foi escolhida entre 524 startups analisadas, numa competição renhida onde acabou por ganhar com 1 voto de diferença em relação ao segundo classificado. O prémio atribuído pela O Tao Startups inclui 6 meses de aceleração gratuita, mentorias, isenção em ferramentas parceiras durante o período de aceleração, materiais, cursos e conexão com investidores, num valor superior a 150 mil Reais.

A PhiloCare é uma plataforma tecnológica especializada em soluções de saúde, que resolve o problema da demora e falta de eficiência no tratamento de doenças, através do primeiro serviço de monitoramento preditivo de saúde, utilizando as tecnologias mais avançadas já disponíveis ao redor do mundo, com o objetivo de reduzir drasticamente o tempo e o custo dos tratamentos médicos.

O conceito proposto pela PhiloCare surgiu a partir de um exercício de Design Thinking no MIT, onde o fundador e CEO Douglas Ribeiro levantou a ideia de “saúde em tempo real” utilizando indicadores tecnológicos para captar informações de saúde como pressão arterial, glicemia, peso, passos e sono, monitorando a rotina em tempo real.

Uma pequena variação nestes indicadores aponta problemas em estágio inicial, semanas antes que a pessoa sinta qualquer sintoma. Essa deteção rápida e antecipada permite que o tratamento seja iniciado antes da eclosão do problema, tornando-se muito mais eficaz e barato. O dispositivo permite também o envio de avisos automáticos a médicos ou familiares, e a informação recolhida é passada para uma plataforma que faz uma ficha completa dos dados do paciente.

Foto de Startup Race

A O Tao Startups é a primeira aceleradora digital do Brasil que, ao invés das clássicas batalhas de pitch em encontros presenciais, lançou a Startup Race, um modelo de competição em que qualquer pessoa em qualquer canto do Brasil pode participar, em ambiente totalmente online. O modelo digital, semelhante ao que tem acontecido nos Estados Unidos, permite que empreendedores possam desenvolver as suas ideias e transformá-las em startups lucrativas sem as mesmas exigências das aceleradoras tradicionais.

“Startup é uma revolução. Exatamente agora, elas podem mudar a maneira em que todos nós vivemos. Isso é a rebelião contra a teoria das grandes corporações e suas melhorias incrementais”, sublinham os organizadores em comunicado à imprensa. Foi seguindo isso que a O Tao Startups decidiu mudar o modelo de competição entre startups e, dessa forma, buscar a revolução e fomentar o empreendedorismo. 

 “Transformar uma ideia em startups em um curto período de tempo é impressionante, mas impressiona mesmo o resultado que essas startups puderam alcançar em cerca de 1 mês”, sublinham.

Os fundadores foram buscar à filosofia chinesa o nome “O Tao”, que em chinês significa “caminho” ou “princípio” simbolizando a ordem natural do universo que caracteriza sua lei fundamental: a intuição humana que discerne o bem e o mal a fim de realizar o potencial supremo através da sabedoria individual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

fourteen − five =