Portugal alcançou recorde no número de pessoas empregadas

Foto de aleksandarlittlewolf no Freepik

A Randstad acaba de publicar a sua análise aos dados estatísticos do Instituto Nacional de Estatística (INE) e do Serviço Público do Emprego Nacional (IEFP), relativos a maio. 

A análise revela que o mês de maio registou um aumento de 4.100 pessoas empregadas face ao mês anterior. Assim, o número de pessoas empregadas foi recorde e situou-se nos 4.931.800 profissionais. Relativamente ao período homólogo, verificou-se também uma subida de 62.500 pessoas empregadas.

Registou-se um decréscimo na população ativa em -1.800 pessoas, que foi resultado do decréscimo mensal de -5.900 pessoas desempregadas ser superior ao aumento de 4.100 pessoas empregadas, tendo correspondido a taxa de desemprego a 6,4%, a mais baixa desde outubro de 2022.

Em termos interanuais, registou-se um aumento de 62.500 profissionais, ou seja, 1,3%, no número de empregados relativamente a maio de 2022. Também, neste período, a população ativa aumentou em 89.200 pessoas, alcançando os 5.270.400 ativos. Já o desemprego cresceu em 26.600 pessoas face a maio de 2022, estimando-se um total de 338.600 mil pessoas desempregadas em Portugal.

Foto de Freepik

No mês de maio, a diminuição do desemprego verificou-se tanto na população feminina como na masculina. Relativamente ao número que corresponde ao género feminino, 2.800 mulheres, valor que corresponde a -1,6%, deixaram de estar em situação de desemprego. Quanto ao género masculino, foram 3.100 homens, que equivale a 1,9%, que deixaram de estar em situação de desemprego.

Por grupos etários, a análise reflete que esta diminuição registada no desemprego foi verificada em adultos maiores de 25 anos, com -7.500 pessoas desempregadas comparativamente com o mês anterior.

A análise indica que os dados publicados pelo  IEFP registaram um total de 285.855 pessoas desempregadas, valor que representa 63% do total dos pedidos de emprego. O estudo dá ainda conta de que os pedidos de emprego diminuíram em maio, em -7.442, assim como os desempregados registados, -9.567 pessoas em relação ao mês anterior.

“Segundo os dados registados pelo IEFP, em maio, 285.855 pessoas encontravam-se desempregadas. Este é o número mais baixo para o mês de maio de toda a série histórica estatística apresentada pelo IEFP desde o ano de 2003. Apesar deste dado, a diminuição mensal do desemprego em -9.567 pessoas foi a menor desde o ano 2010, excluíndo o aumento do ano 2020”, comenta Isabel Roseiro, diretora de marketing da Randstad.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

17 + two =