Produção de Miolo de Amêndoa Pode Triplicar em Cinco ou Seis Anos

Imagem de III Congresso Portugal Nuts

A produção de miolo de amêndoa em Portugal tem potencial para triplicar nos próximos cinco ou seis anos, à medida que as novas plantações atingirem o seu pleno desenvolvimento, podendo chegar às 60 mil toneladas. Em 2024, prevê-se que entrem em produção mais 6.000 hectares de amendoal, sendo 4.000 hectares na zona do Alqueva, aumentando significativamente a área de cultivo que já ultrapassa os 66.000 hectares.

A Portugal Nuts, Associação de Promoção dos Frutos Secos, revelou que os seus 56 associados abrangem cerca de 19.000 hectares de novas plantações, incluindo amêndoa e noz. Durante o III Congresso da associação, realizado em Beja e que reuniu mais de 400 participantes, foram discutidos temas como as alterações climáticas, a sustentabilidade, os preços mundiais e as tendências de consumo.

Os associados da Portugal Nuts contribuíram com 7.900 toneladas de miolo de amêndoa e 1.246 toneladas de noz em casca em 2023. António Saraiva, Diretor Executivo da Portugal Nuts, sublinha a importância estratégica da cultura do amendoal para o país e a necessidade de apoio claro da Administração Pública para o seu crescimento sustentável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

20 − fourteen =