Programa From Start-to-Table acelera negócios de restauração

Participantes na 1ª edição do programa
Foto: Startup Lisboa

Estão abertas as candidaturas para a segunda edição do From Start-To-Table, o programa de aceleração da Startup Lisboa para negócios ligados ao ecossistema da restauração.

Para se candidatarem, os projetos devem ter menos de três anos de existência e enquadrar-se numa de 3 categorias: Tecnologia para restauração, Novos conceitos de restauração e Produtos inovadores de food & beverage. Há 30 mil euros para distribuir entre 3 projetos vencedores.

As candidaturas decorrem até dia 15 de Setembro e podem ser feitas no website do programa: fromstart-to-table.com. Depois desta fase, um júri constituído por membros da Startup Lisboa e especialistas irá selecionar até 25 projetos para entrar no programa.

A partir de dia 12 de Outubro, durante 8 semanas, os empreendedores dos projetos selecionados vão trabalhar na prototipagem e validação do seu produto e terão acesso a especialistas e investidores do ecossistema. O programa vai ocupar, em média, 3 dias por semana, em regime de full-time, aos empreendedores participantes.

A primeira edição foi um sucesso: “só na categoria de conceitos de restauração, 75% dos projetos já abriram portas ou vão abrir em breve”, declara Marta Miraldes, coordenadora do programa de aceleração.

Um dos objetivos mais importantes do programa é a profissionalização da gestão nesta área: “o mercado está mais exigente e para se vencer no ecossistema da restauração não basta uma boa receita – há um consumidor muito mais exigente a quem é preciso dar resposta. A primeira edição foi uma prova de que conseguimos fazer isso sem perder de vista a paixão dos nossos empreendedores e a qualidade dos seus projetos”, reforça a coordenadora.

O programa premiou vários projetos: a Why Not Soda, uma marca de refrigerantes biológicos feitos em Portugal, a TempJobs, um marketplace de trabalhadores independentes para a indústria da restauração e ainda a Breadfast, um serviço de entrega de pequeno-almoço ao domicílio, que foi comprada pela Eat Tasty em Maio deste ano.

O sucesso deste programa apoiado pelo Turismo de Portugal é também fruto de uma intensa rede de parceiros, entre eles a Delta, como Innovation Golden Partner, a Sagres, como Silver Partner e a AHRESP como parceiro institucional. Para além destes parceiros, o programa conta ainda com o apoio de entidades como a Inter Magazine, N360, entre outros.

São vários também os profissionais nas mais variadas funções que se juntaram ao programa como mentores: desde gestores de grandes marcas da indústria da restauração, como Rui Miguel Nabeiro, CEO da Delta, ou Rui Sanches, CEO do Grupo Multifood, até chef’s ou empreendedores do ecossistema como é o caso de Miguel Ribeiro, Head of Growth para a Europa e Country Manager da Zomato em Portugal.

“Um programa desta dimensão e com esta ambição, só é possível graças à colaboração de um conjunto muito relevante de parceiros. Para a Startup Lisboa é motivo de orgulho reunir à volta desta iniciativa um conjunto tão qualificado de entidades e de actores deste ecossistema”, reforça Miguel Fontes, director executivo da Startup Lisboa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

twenty + 11 =