Qual a missão da sua vida? Sem missão não há magia!

Qual é a sua missão de vida?
Foto: Pixabay

Gostaria de começar por lhe perguntar por que razão decidiu ler este artigo. Qual foi a razão que o levou a clicar para chegar até aqui?

Pense um pouco antes de avançar…

A razão de estar a ler este artigo é porque esta leitura faz parte do seu caminho para chegar à sua missão.

Não sei bem que resultado irá obter na sua vida após esta leitura, mas posso garantir que pelo menos o vai obrigar a fazer uma coisa muito difícil nos dias de hoje, que é parar para pensar.

Se não tiver uma missão, um mantra ou um conjunto de objetivos que o faça sair da cama então qual a razão para estar vivo? Será que a sua missão é levantar-se de manhã ir para o trabalho, alimentar-se, dormir um pouco e voltar no dia seguinte?

Será que se sente verdadeiramente feliz e realizado com isso?

E, se é mais do que isso, será que faz mesmo tudo o que está ao seu alcance para atingir os seus objetivos? Está grato com o que tem e com as pessoas que o rodeiam?

 

Hoje é a melhor versão de si mesmo?

Algumas das perguntas acima são aquelas que me orientam no desempenho da minha missão. Sem uma missão não há motivação, sem motivação não há ações, sem ações não há magia!

Antes de querer ser rico, ter muita saúde, ser um bom pai ou mãe, ser magro ou musculado, ser um bom profissional, é preciso saber exatamente qual o nosso papel neste mundo. Se não o sabe, hoje é o dia para responder a algumas questões que o levarão a pensar e agir. Claro que, se não o fizer não há problema, continuará com a sua vida em piloto automático como tem sido até agora, não se preocupe.

 

Uma pequena história

Por que razão as pessoas se matam a trabalhar para depois gastar o dinheiro que ganharam com o seu trabalho, a recuperar a saúde que perderam a trabalhar?

Parece estúpido, não é? E sabe porque isso acontece?

Porque estas pessoas não pensam verdadeiramente no que andam a fazer na sua vida, não sabem qual é a sua missão. Estão perdidas, são robots que respiram, expiram e fazem coisas “porque sim”, porque é “normal”, porque todos os fazem.

Perderam o fogo e a paixão de viver! E você? Também faz parte deste rebanho?

Se não está contente, se não se sente realizado, não se deixe matar pela rotina do dia-a-dia.

Deixo-lhe aqui uma pequena história…

Certo dia, um advogado de sucesso, divorciado e sem filhos, completamente esgotado do trabalho, com dois pacemakers no coração e não sei quantos enfartes no currículo, decide tirar umas férias para uma praia algures no México.

Ao chegar à praia reparava todos os dias na afluência de clientes que um pescador local tinha e que os peixes que ele trazia não chegavam para todos os fregueses que se aproximavam do seu barco. Após alguns dias a assistir aquilo, o advogado decidiu ir lá falar com o pescador.

“Bom dia! Estou impressionado com o teu sucesso aqui na praia! Tenho reparado ao longe que vendes sempre todo o peixe que trazes não chegando sequer para as encomendas. Qual é o teu segredo?”

“Sou grato ao mar por me dar este peixe fresco de alta qualidade que vendo aos meus clientes e que eles apreciam muito, e desta forma posso sustentar a mim e à minha família”, explicou o pescador.

“Certo… Posso-te dar uma sugestão que vai mudar a tua vida?” – disse o advogado.

O pescador receoso respondeu: “Sim, claro.”

“Porque é que não compras mais um barco, contratas mais um pescador e aumentas o teu rendimento? Podes ter centenas de barcos e pescadores a trabalhar para ti em todas as praias do México, já pensaste nisto?”

“Para quê?” Perguntou o pescador.

“Ora para quê…!  Para que possas ganhar mais dinheiro. Se tudo correr bem dentro de 10 a 20 anos estarás rico e poderás dar tudo à tua família e tirares férias quando quiseres para lugares paradisíacos como este”, exclamou o advogado.

“Mas eu já sou um homem rico. Tenho o dinheiro suficiente para sustentar uma mulher e três filhos lindos, de manhã cedo brinco com eles preparo-lhes o pequeno-almoço e saio para ir pescar, ao final da manhã quando chego a esta praia linda tenho a minha mulher com um sorriso à minha espera que me ajuda a vender todo o peixe que o mar generosamente me ofereceu e depois passo o resto do dia junto da minha família e amigos. Para quê perder 10 ou 20 anos da minha vida, a fazer uma coisa que não gosto para ter aquilo que já tenho hoje?”.

O advogado ficou sem reação, pois não esperava uma resposta tão sábia por parte de um humilde pescador algures numa praia no México.

Se não está contente, se não se sente realizado, não se deixe matar pela rotina do dia-a-dia. Tome uma atitude: aja para começar a viver o “Aqui” e o “Agora”.

Há uns anos atrás fez-se um estudo num hospital norte-americano a um conjunto de idosos com doenças terminais, quando lhes perguntaram qual foi a coisa que mais se arrependeram em toda a sua vida, todos os participantes responderam, “não ter feito tudo o que queriam fazer enquanto tinham saúde”.

A vida não é eterna, não seremos jovens para sempre, cheios de saúde… Talvez ainda esteja a tempo de não cometer o mesmo erro que eles.

  • Não crie obstáculos!
  • Liberte-se de crenças limitadoras!
  • Faça! Não tenha medo do que os outros possam pensar ou dizer!
  • Não se refugie em desculpas elaboradas!

Se ama alguém diga-lhe hoje; se quer perder peso, coma melhor; se quer fazer aquela viagem aos Himalaias, marque a viagem; se quer ter mais dinheiro, poupe e aumente os seus rendimentos; mas por favor não arranje mais desculpas. Faça-o agora!

O que o impede? Arrisque! Se falhar pelo menos ousou tentar.

 

Quatro questões

  • Já sabe qual a missão da sua vida?
  • Então que decisões é que tem de tomar?
  • Que acções concretas é que tem de fazer?
  • Quais os resultados que quer atingir e para quando?

Talvez esteja na altura de ter a coragem de tomar a decisão de mandar na sua vida e não deixar que seja a sua vida a mandar em si, o que é que acha?

 

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAJEPC apresenta projeto Empreende
Próximo artigoHoje é a final concurso Santa Casa Challenge
Nuno Silva
Formou-se em Sistemas e Tecnologias de Informação é um empreendedor em série e especialista em negócios online. Criou a sua primeira empresa aos 18 anos, colaborou com empresas de topo no sector das tecnologias e fundou um dos primeiros e-marketplaces de serviços locais em Portugal, o PedirOrcamentos.Com. É fundador e co-fundador de diversos negócios com forte presença na internet. É um motivador empresarial, orador em eventos de empreendedorismo, mentor de startups e autor de diversas publicações ligadas ao Empreendedorismo, Desenvolvimento de Competências e Marketing Digital.

1 COMENTÁRIO

  1. Realmente, eu recentemente diz o curso do T. Harv Ecker, chamado Get Rich Doing What You Love e ele ensina que para se ter sucesso e algo, este precisa estar alinhado à tua missão e à tua visão.
    Durante os meus dois anos como empresário, essas foram os melhores aprendizados que eu obtive, pois tentei criar várias soluções, que realmente seriam lucrativas, mas como não estavam alinhadas com a minha missão e comigo mesmo, não havia energia para desenvolvê-las.
    Ótimo artigo, obrigado por compartilhar estes conhecimentos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

two × one =