RestartUs: Usar a Inteligência Artificial para Procurar Emprego em Portugal

Na foto: Filipe Cordeiro, COO da RestartUs

Portugal recebe um projeto inovador com o potencial de transformar a forma como os trabalhadores encontram emprego. Um grupo de jovens empreendedores lançou o “RestartUs”, uma ferramenta que utiliza inteligência artificial (IA) para simplificar a procura de oportunidades de trabalho. O projeto já conquistou o título de “Google do Emprego” nas redes sociais e tem vindo a ganhar destaque por oferecer uma abordagem inovadora à procura de emprego.

O “RestartUs” é uma iniciativa originária da Austrália, que chegou a Portugal com a missão de reduzir o desemprego e a subutilização da mão-de-obra qualificada no país. Utilizando IA, esta plataforma gratuita oferece aos utilizadores acesso a milhares de vagas de emprego, de forma simples e rápida.

Portugal enfrenta um desafio significativo com uma economia informal que atingiu 34,37% do PIB em 2022. O “RestartUs” visa reverter esta tendência ao concentrar-se na disponibilização de empregos em setores como a restauração, turismo e construção civil, áreas que frequentemente enfrentam a escassez de mão-de-obra qualificada.

A plataforma permite a procura de emprego por região, o que facilita a escolha de empregos mais próximos de casa, contribuindo para a qualidade de vida ao reduzir o tempo de deslocação e diminuir as emissões de carbono.

Usando recursos de IA, o “RestartUs” reúne mais de 20.000 recrutadores e disponibiliza mais de 180 cargos diferentes, centralizando milhares de vagas de emprego de sites e portais online populares, como o LinkedIn e o Net Empregos. A ferramenta já atrai mais de 12 mil pesquisas diárias e abrange uma variedade de setores e indústrias.

A plataforma também oferece funcionalidades adicionais, como a seleção de vagas por distrito e a capacidade de salvar vagas favoritas para candidaturas futuras. Além disso, disponibiliza um construtor de currículos de alto desempenho e sessões de mentoria para ajudar os candidatos a destacar-se no mercado de trabalho.

Com um cenário económico desafiador e um aumento significativo da taxa de desemprego em Portugal, o “RestartUs” oferece esperança, demonstrando que a tecnologia pode desempenhar um papel crucial na melhoria do mercado de trabalho. O projeto é uma lufada de ar fresco para os trabalhadores, ao enfrentar a precarização do emprego e a dificuldade na recolocação profissional.

Filipe Cordeiro, o jovem empreendedor por trás do “RestartUs” em Portugal, expressa o entusiasmo com a adesão crescente à ferramenta e acredita que estão a transformar a forma como as pessoas procuram emprego. “Acreditamos que estamos a transformar a forma como as pessoas procuram emprego. Para isso, reunimos um time de experts em tecnologia, inteligência artificial e recursos humanos.”

O projeto visa impactar positivamente a economia local e a inclusão social, especialmente nas comunidades mais vulneráveis de Portugal. “A nova ordem geopolítica obriga-nos a pensar na problemática do fluxo migratório crescente, na precarização do trabalho, desemprego, e consequente aumento da economia informal. Esperamos que esta nova ferramenta ajude ao máximo os trabalhadores, e que revolucione a economia local e a inclusão social nas comunidades mais vulneráveis de Portugal”, salienta Filipe Cordeiro

O “RestartUs” é um exemplo inspirador de como a tecnologia pode desempenhar um papel vital na criação de novas oportunidades de emprego e na transformação da economia portuguesa, contribuindo para um mercado de trabalho mais robusto e inclusivo em Portugal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

sixteen + 4 =