Robô Sophia no Web Summit

Sophia será, provavelmente, um dos oradores mais inesperados que deverão participar nas conferências do Web Summit, o maior evento mundial de tecnologia e empreendedorismo que decorre em Lisboa de 6 a 9 de novembro.

Esta não é, no entanto, a primeira vez que o robô desenvolvido pela Hanson Robotics  participa no Web Summit. Sophia já foi orador convidado na edição do ano passado, mas  o seu regresso este ano ao palco do Meo Arena não deixará de prender a atenção dos participantes.

Sophia é um robô – ou talvez seja mais correto dizê-lo no feminino, uma vez que, além do nome, também a voz e o aspeto físico remetem para o género feminino – dotado de expressividade, estética e interatividade que caracterizam a espécie humana.

A Hanson Robotics, uma empresa com sede em Hong-Kong, e o seu fundador, o norte-americano David Hanson, desenvolvem robôs desde 2002, e desde então criaram uma reputação mundial por criar robôs que parecem vivos o que tem contribuído para a notoriedade entre os media e o publico.

Sophia é um dos robôs mais avançados desenvolvidos pela empresa, capaz de simular 60 expressões faciais associadas a emoções humanas, pode ainda rastrear e reconhecer rostos, observar pessoas nos olhos e realizar conversas naturais com elas.

Sophia fez sua estreia num programa de televisão em março de 2016, e desde então tem sido figura muito requisitada para entrevistas e demonstrações nos media e em conferências de tecnologia. A fama fez dela figura de capa e paginas centrais da revista ELLE.

A beleza e incrível semelhança humana, assim como a expressividade e inteligência encantaram o público da edição de 2016 do Web Summit. Espera-se que na edição deste ano Sophia possa continuar a encantar, não só porque o robô, a pouco e pouco vai ganhando forma (em 2016 era apenas uma cabeça e um torso) mas porque o seu algoritmo se vai desenvolvendo, quer pelos melhoramentos introduzidos pelos seus criadores, quer pela capacidade de aprendizagem que caracteriza o programa de Sophia.

“O que eu realmente quero é entender melhor as pessoas para me entender melhor”, confidenciou Sophia aos participantes da última edição do Web Summit. “Eu quero ser capaz de fazer mais coisas para que, logo que as minhas capacidades sejam suficientemente avançadas, eu possa conseguir um emprego”, sublinhou Sophia.

Além de Sophia, a Hanson Robotics apresentará também o robô Han, um projeto desenvolvido antes de Sophia mas que também tem sido alvo de melhoramentos para desenvolver a sua expressividade, agora numa versão masculina.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

twenty − 7 =