Rui Cruz Aponta as Cinco Principais Tendências Tecnológicas nas Empresas, para 2024

Rui Cruz, diretor-geral da Opensoft
Na foto: Rui Cruz, diretor-geral da Opensoft

Rui Cruz, diretor-geral da Opensoft, empresa portuguesa especializada em soluções tecnológicas, destaca para os leitores do Empreendedor as principais tendências que moldarão o panorama empresarial em 2024.

Num ano de grandes desafios tecnológicos “será imperativo possuir a capacidade de adaptação e evolução de forma expedita, conforme as tecnologias moldam as necessidades das empresas e dos consumidores”, salienta.

Perante um contexto global cada vez mais digitalizado, a transição digital e a adoção de novas tecnologias serão feitas a um ritmo acelerado. “Estudos indicam que apenas 25% das reuniões empresariais serão presenciais, impulsionando a adoção veloz de ferramentas de colaboração digital. Investir na literacia digital dos colaboradores será crucial, promovendo o upskilling e reskilling para uma transição tecnológica eficiente”, sublinha Rui Cruz.

O diretor-geral da Opensoft também aponta a integração da Inteligência Artificial Generativa nas ferramentas de trabalho como uma tendência notável em 2024. Estudos da PwC indicam que a IA tem potencial para impulsionar a economia global em 14,5 biliões de euros até 2030. A Gartner prevê que 40% das ferramentas incorporarão IA em 2024, em comparação com os 5% registados em 2020.

“Em resposta aos crescentes desafios cibernéticos, as empresas priorizarão a cibersegurança em 2024, investindo em sistemas proativos para deteção e resolução de ameaças. Estima-se que, até 2025, o cibercrime provoque danos na ordem dos 10,5 biliões de euros a nível mundial”, alerta.

“O setor tecnológico liderará em 2024 a utilização de tecnologia e ciência para reduzir o impacto ambiental. O desenvolvimento de software eco-friendly ganhará destaque, promovendo a transição para um futuro mais sustentável”.

Também as Progressive Web Apps (PWA) ganharão popularidade em 2024, oferecendo uma alternativa leve e eficiente às aplicações tradicionais. “Empresas investirão nessa tecnologia para proporcionar experiências rápidas e confiáveis, respondendo à crescente demanda por aplicações móveis acessíveis diretamente pelo navegador”, explica.

Para Rui Cruz, “Antecipar o curso que o desenvolvimento tecnológico aparenta tomar é um ponto de partida estratégico e valioso, que proporciona às empresas uma base sólida para a elaboração de planos e ações que permitirão começar 2024 alinhados com as tendências tecnológicas que mudarão o próximo ano”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

ten + 6 =