Startup de Braga Revoluciona Tratamento de Cancros Agressivos

Marta Costa, Co-founder e CEO na Karion Therapeutics

A Karion Therapeutics, uma startup originada na Escola de Medicina da Universidade do Minho, está a liderar a inovação no tratamento de cancros agressivos. A sua molécula KT408, vencedora do Born from Knowledge – BfK Awards, promete ser uma terapia altamente eficaz e segura para cancros renais e da mama.

Em 2020, surgiram 19,3 milhões de novos casos de cancro globalmente, resultando em 10 milhões de mortes. Com a previsão de um aumento de 50% nos novos casos até 2040, a Karion Therapeutics foca-se em desenvolver terapias para enfrentar esta crescente ameaça à saúde global.

Os estudos preliminares da KT408 revelaram promissoras reduções de tumores renais e da mama em modelos animais e os ensaios pré-clínicos devem ficar concluídos nos próximos três anos.

Apesar de potencialmente eficaz para 12 tipos de cancro, a Karion Therapeutics concentra-se inicialmente no Carcinoma de Células Renais e no Cancro da Mama Triplo Negativo. Ambos representam desafios significativos nas abordagens terapêuticas atuais, com altas taxas de mortalidade e necessidades clínicas não satisfeitas.

A empresa foi fundada em 2022 por Marta Costa (CEO), Fátima Baltazar e Fernanda Proença, as três investigadoras nas áreas da Oncobiologia e Química Medicinal, e ainda Teresa Dias Coelho, profissional com experiência internacional na área dos negócios.

A ANI reconheceu a promissora pesquisa da Karion Therapeutics, concedendo-lhes o Born from Knowledge – BfK Award, além de um prémio monetário de 2.500 euros. O presidente da ANI, António Grilo, destaca o potencial impacto positivo da inovação da Karion Therapeutics na vida das pessoas e na economia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

20 − sixteen =