Três formas de poupar na gestão de contas bancárias

Foto de Aukid Phumsirichat em Pexels

Um estudo do Banco de Portugal revelou que as principais razões para os portugueses não terem uma conta de depósito à ordem (9% da população adulta) são os seus baixos rendimentos e os custos associados à posse e utilização dessa mesma conta.

Para assinalar o Dia Mundial da Poupança, a 31 de outubro, a Nickel explica aos leitores do Empreendedor três dicas que poderão ajudar na poupança quando abrir uma conta bancária ou na gestão de despesas associadas à sua manutenção:

1 | Escolher a conta que melhor se adapta às suas necessidades

No momento de pesquisar a opção que melhor se adequa às necessidades de cada um, importa estar informado não só quanto ao valor da comissão de manutenção de conta, mas também relativamente a todas as comissões e despesas que irá incorrer posteriormente em função do tipo de utilização da sua conta.

Muitas vezes, são cobradas comissões sobre outros serviços, como a disponibilização ou substituição de um cartão ou a realização de transferências, por exemplo. Por esta razão, é aconselhável ter em conta as operações que realizará com frequência, avaliar os respetivos custos e comparar todas as opções, escolhendo aquela que será mais vantajosa a longo prazo.

Foto de Nataliya Vaitkevich em Pexels

2 | Conhecer o valor da comissão de manutenção da conta

Chegar ao final do mês com menos saldo do que o esperado é uma realidade para muitas pessoas, especialmente no que diz respeito à cobrança de comissões bancárias. Embora possa parecer uma mensalidade pequena, deve sempre avaliar o seu custo anual. Para evitar surpresas desagradáveis, é importante considerar o valor total anual da comissão de manutenção de conta.

Todas as instituições financeiras são obrigadas a disponibilizar os seus preçários, bem como faturas e um extrato anual com todas as comissões, onde se pode encontrar esta informação. Existem, no mercado, ofertas complexas, por vezes com comissões gratuitas, mas que impõem condições e/ou pressupõem, por exemplo, a contratação de serviços acessórios que se podem vir a revelar pouco úteis e com um custo desnecessário, todavia também é possível encontrar preçários simples e acessíveis. A consulta destes documentos pode revelar-se bastante útil no momento de tomar uma decisão na escolha do banco.

3 | Ter atenção aos descobertos bancários

O descoberto bancário é um crédito disponibilizado por uma instituição financeira que permite ao cliente efetuar operações num valor superior ao saldo da sua conta. Tratando-se de um crédito, esta opção comporta custos para o cliente, como taxas de juro, comissões ou outros encargos. Neste sentido, para evitar despesas inesperadas, importa traçar um plano com as despesas regulares e as datas de cobrança de forma a conseguir antecipá-las e evitar pagar juros sobre dinheiro avançado a crédito.  

A Nickel é uma instituição de pagamento do grupo BNP Paribas que chegou a Portugal em setembro e que disponibiliza serviços bancários essenciais através de uma rede de pontos de venda no comércio de proximidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

two × four =