8 Áreas de Negócio Quentes para 2015

Alguns destes negócios têm uma forte componente online, outros nem por isso, mas podem beneficiar grandemente do canal online como meio de divulgação e angariação de clientes. Algumas destas áreas constituem mesmo um ‘estilo de vida’ que se revela muito atrativo para muita gente. Fique aqui com a nossa lista.

1. Personal Training – A figura de Personal Training ou mesmo a variação de ‘conselheiro de nutrição’ têm vindo a tornar-se muito popular nos últimos anos. Esta é uma actividade que pode ser desenvolvida em modelo ‘freelancer’, não precisando de estar ligado a um ginásio ou a um instituto para a desenvolver.

Hoje em dia, podem ser encontrados muitos grupos no Facebook que alimentam movimentos que incluem estas atividades, ou mesmo indivíduos que publicitam a título pessoal os seus serviços servindo-se do poder da ‘rede’ para conseguir visibilidade e clientes.

No caso do aconselhamento nutricional, existem ‘trainers’ que que oferecem planos de refeição, planos de exercício e outras informações para ajudar as pessoas a adotarem um estilo de vida mais saudável.

2. Coaching – O Coaching, também muito popular nos últimos anos, pode ser descrito como um processo de formação ou desenvolvimento que ajuda e apoia um indivíduo para a obtenção de um resultado específico na sua competência pessoal ou profissional.

O ‘Coach’ têm maior experiência e conhecimento, conseguindo oferecer conselhos e orientação, ajudando a pessoa a desenvolver competências específicas através de um processo de aprendizagem.

Existem muitos cursos para formadores de coaching, muita informação online que poderá consultar, e com alguma experiência e ‘calo’ poderá reunir as competências e o à vontade para se iniciar nesta área.

Mais uma vez, o uso das redes sociais constitui um ‘must’ imprescindível para conseguir passar a mensagem do ‘valor’ do seu serviço. No entanto alguma inovação poderá ser necessária para se distinguir da concorrência, nomeadamente a nível da qualidade do seu trabalho. Testemunhos do seu serviço, metodologias inovadoras, localização, audiência, parcerias específicas, entre outras, são algumas das ideias que lhe poderão ajudar a desenvolver o seu plano de negócio.

3. Assistente Virtual (Virtual Assistant) – Cada vez existem mais pessoas têm a sua vida ‘sobrecarregada’ com os seus afazeres diários e que simplesmente não conseguem tempo para fazer tudo. A personagem do assistente virtual veio para dar resposta a este problema.

Sem uma tarefa específica, o assistente virtual pode fazer de tudo um pouco, desde redigir documentos, atualizar o site ou Facebook, tratar de documentação, atender telefones e muito mais. Tirando partido da Internet, do Skype, do Google Calendar, ou de outras ferramentas, o assistente têm à disposição um meio quase ideal que dispensa a presença física ao pé da pessoa ou mesmo da empresa cliente.

4. Marketing Digital (Digital Marketing) – Marketing Digital é só por si um mundo que compreende inúmeras tecnologias, ferramentas e canais de comunicação prontos para serem usados para conseguir fazer ‘engagement’ com o público.

Praticamente todos os negócios podem beneficiar do Marketing Digital, seja através das redes sociais, de estratégias S.E.O, S.E.M., email marketing ou outros canais.

Existem inúmeros cursos (online e presenciais) que nos permitem reunir as competências básicas, que nos permitem começar e experimentar. Qualquer empresa, negócio ou blog é um potencial cliente que não têm ou não sabe como tirar partido da Internet como meio de aumentar a visibilidade do seu negócio. Para além do mais, este é um trabalho contínuo que nunca acaba, pois conseguir e manter uma presença online é um trabalho constante.

5. Marketing de Afiliados (Affiliate Marketing) – O marketing de afiliados é uma área da Internet onde existe muita gente a ganhar dinheiro. Consiste em colocar anúncios de vendedores de produtos ou serviços nos seu site ou em micro-sites de nicho que você pode criar. Ao gerar tráfego para eles, o público clica nos anúncios e gera uma ‘Lead’ ou mesmo uma Venda do produto ou serviço, o que por sua vez gera uma comissão para a sua conta.

Normalmente os produtos ou serviços dos fornecedores estão agregados em portais de afiliados, que lhe vão facilitar a vida ao escolher quais os produtos que mais facilmente são vendáveis ou que geram maiores comissões. A própria cobrança é também facilitada, garantindo-lhe o direito à comissão, revertendo o total das mesmas para a sua conta ao final do mês ou após um valor mínimo.

Ganhar dinheiro com afiliados não é fácil, mas irá permitir-lhe uma maior independência (de clientes) e estar mais em controle do seu negócio.

6. Mentor – O mentoring (ou mentorship) é uma relação pessoal de desenvolvimento em que uma pessoa mais experiente e com mais conhecimento ajuda a orientar uma pessoa menos experiente. Sendo uma área muito específica da formação, o mentoring pressupõe que o mentor seja alguém reconhecido na área que atua, e que possa acompanhar pontualmente ou mesmo por períodos mais longos o desenvolvimento do mentorado.

Ser mentor pressupõe já ter algum reconhecimento dentro da área de ‘expertise’. Normalmente os mentores são pessoas com larga experiência de sucesso em negócios ou então são provenientes da área académica, sendo reconhecidos por estas instituições.

7. Formação – A formação é uma área bastante explorada em todos os sectores de atividade. Para além da sua componente tradicional presencial, tornou-se possível com o aparecimento de plataformas de e-learning a criação de cursos online.

Existem sites que lhe permitem criar o seu próprio curso e que o colocam num ‘Marketplace’ virtual no qual pode ser ‘vendido’ à comunidade. Normalmente esses sites privilegiam muito o formato de video por isso torna-se necessário adquirirmos competências nessa área.

Ao dominarmos uma determinada área de conhecimento é possível formatarmos um curso, criando um programa teórico e prático, dotado de documentação em diversos formatos, desde diapositivos, documentos ou mesmo vídeo.

8. Designer de Interiores – Se tiver alguma experiência e formação na área design de interiores, e acha que consegue criar bons projetos poderá pensar em enveredar por esta actividade. Convém estar munido de uma carteira de projetos que já tenha realizado de modo a que as pessoas saibam do que é capaz de fazer.

Este é um negócio em que as suas habilidades poderão espalhar-se através da comunidade, podendo a um prazo mais longo permitir-lhe atingir mais e melhores clientes.

Existem muitas mais áreas que estão na ‘moda’, nesta altura em que muita gente começa a preferir (alguma vezes forçadamente) uma alternativa ao trabalho normal das 9 às 6. Têm mais alguma ideia? Convidamo-lo a enviar-nos as suas sugestões para posterior publicação ou adenda a este artigo.

A Internet é um meio fantástico para o comum mortal poder criar e desenvolver o seu negócio, podendo chegar muito mais facilmente (e mais barato) a mais clientes e ao seu nicho de negócio. Algumas destas áreas permitem-lhe também trabalhar online a partir de casa ou de um cowork. Ficam aqui estas 8 ideias, há muitas mais possibilidades, só tem que achar a que funciona bem para si. Boa descoberta!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

two × 3 =