Empreender com tecnologia espacial

Astronauta ensina a criar negócios com tecnologia do espaço
Foto: Pixabay

A Coimbra Space Summer School vai incentivar jovens empreendedores a desenvolver soluções inovadoras que incorporem tecnologia espacial. A iniciativa conta com a participação de João Lousada, o “astronauta” português que esteve isolado no deserto de Omã, numa missão que simulou as condições de vida em Marte.

A 4.ª edição da Coimbra Space Summer School que, de 12 a 14 de setembro, vai desafiar jovens empreendedores a criar serviços ou produtos inovadores que incorporem tecnologia espacial, tem as candidaturas abertas.  A iniciativa é organizada pelo Instituto Pedro Nunes, que coordena o Centro de Incubação de Empresas da Agência Espacial Europeia em Portugal, em parceria com o Centro de Investigação da Terra e do Espaço da Universidade de Coimbra (UC), pelo Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas e pelo Observatório Geofísico e Astronómico da UC.

A Coimbra Space Summer School disponibiliza conhecimento, tecnologias e recursos gerados nas missões espaciais e nas atividades científicas de exploração do Espaço para que jovens empreendedores possam criar soluções inovadoras de negócios terrestres, em áreas como cidades inteligentes, transportes, saúde, agricultura e ambiente, ou para o mercado espacial comercial, o chamado New Space.

A iniciativa, que acontece num ambiente estimulante, inclui um concurso de ideias, onde os participantes irão responder a desafios lançados por empresas que já trabalham na área do Espaço e terão mentoria para melhorar as suas propostas e apresentações. A equipa vencedora será distinguida com um prémio.

Os participantes terão ainda a oportunidade de assistir a apresentações sobre inovação, meteorologia espacial e como ser um astronauta. Haverá ainda tempo para uma visita ao Observatório Astronómico da UC e uma observação noturna dos astros.

‘Astronauta análogo’ português é um dos convidados

No último dia, 14 de setembro, a Coimbra Space Summer School conta com a presença do ‘astronauta análogo’ português, João Lousada, para apresentar a sua experiência profissional e pessoal.João Lousada foi um dos participantes da missão AMADEE-18 que, em fevereiro, simulou a vida em Marte na árida paisagem do deserto de Omã, perto da Arábia Saudita. Durante um mês, este “astronauta em terra” viveu em isolamento com uma equipa de cinco pessoas que realizaram uma série de experiências de preparação a futuras missões humanas a Marte.

Graduado em Engenharia Aeroespacial pelo Instituto Superior Técnico em Lisboa, João Lousada trabalha no Centro de Controlo Columbus, em Munique, onde opera todos os subsistemas do módulo europeu da Estação Espacial Internacional, ajudando os astronautas que vivem e trabalham em órbita terrestre no seu dia-a-dia. Além do seu trabalho de controlo e comando do módulo Columbus, participa frequentemente em estudos e missões com o objetivo de enviar os primeiros astronautas a Marte.

As inscrições podem ser feitas no site da Space Summer School até ao dia 31 de agosto.

 

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorStartup Lisboa alarga parcerias estratégicas
Próximo artigoO incrível poder de um pequeno passo
O Empreendedor é um projecto de empreendedorismo colaborativo que pretende desenvolver e testar novas formas de cooperação entre indivíduos e organizações ligadas ao empreendedorismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

14 − eleven =