Está Preparado? 

Ser empreendedor é ter a capacidade de enfrentar desafios
Foto: Pixabay

Recusas, Adiamentos, ausência de respostas, Ignorados até ao limite… A vida de um empreendedor nem sempre é fácil. Aliás, atrevo-me a afirmar que nunca o é!

No entanto, existem vitórias muito saborosas quando vencemos os ‘adamastores’ desta vida e conseguimos levar avante o nosso projeto, a nossa ideia de negócio, algo que há muito já pretendíamos colocar em prática e que, por manifesta indisponibilidade de outrem, até nós já começávamos a acreditar que não iria ver a luz do dia.

Mas que raio… Somos empreendedores, ou não somos? Aceitamos estes constrangimentos e dificuldades como sendo algo tão natural e que faz parte do nosso processo de crescimento, ou não?

Se pensa que não, então lamento mas não é empreendedor o suficiente para perceber que é na dor que se cresce, que é na frustração que vingamos, que são os sucessivos fracassos e falhas que nos vão conduzir ao próximo patamar.

Pensar que a vida de um empreendedor é fácil, bela, repleta de maravilhas, é uma pura falácia e é andar enganado muito tempo.

As redes sociais traduzem aquilo que nós, enquanto empreendedores, quisermos que traduzam. Sou da opinião que se devem publicar mais os nossos falhanços do que os nossos sucessos. Porquê? Simples: todos nós queremos ter sucesso, e poucos se comprometem com ele. Para o atingirmos, temos de passar por diversas fases, em que o falhanço vai ser o nosso companheiro diário.

E sabemos que por cada dois passos em falso, há um que acerta o caminho e é nesse que nos devemos focar. Aprender com as falhas, corrigir o que de menos bom nos acontece e seguir avançando.

Partilhando com os que se dizem empreendedores mas não encontram a motivação para continuar, porque não estão preparados para lidar com as sucessivas adversidades, os nossos fracassos e como conseguimos lidar com eles, pode ajudá-los a atingir os seus objetivos.

Os que estão – como nós – nesta vida de luta, com sacrifício mas também plena satisfação pessoal porque fazem o que gostam e gostam do que fazem, vão-se sentir mais capazes de prosseguir com o seu projeto, com a sua ideia e quando pensarem em desistir irão lembrar-se da nossa história de superação e tomá-la como sua, aplicando-a na sua jornada inspiradora.

A si, que se considera empreendedor, coloco-lhe três questões:

  1. Está preparado para a quantidade de ‘Nãos’ que vai ouvir?
  2. Está preparado para ser ignorado e ser visto como um louco?
  3. Está comprometido com o sucesso, nem que para isso tenha de durante os primeiros tempos abdicar do que mais gosta de fazer em termos de lazer para levar a sua ideia adiante?

Se respondeu a sim a tudo, parabéns, está no caminho certo e as adversidades que vai encontrar vão-lhe servir de catalisador para atingir os seus objetivos.

Se respondeu não, então reflita com a sua família e amigos, sobre o caminho que escolheu ou está prestes a escolher. Pondere sobre aquilo que vai enfrentar e os benefícios que irão advir do seu esforço para si e para os seus. Se mesmo assim, sentir que já está preparado, então não hesite: avance com confiança sem olhar para trás. O futuro vai recompensá-lo. Afinal de contas já fez o mais difícil: abdicou  da sua zona de conforto.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

2 × two =