3.ª edição do TecStorm premeia inovação universitária

Competição universitária premeia inovação tecnológica
Foto: TecStorm

Otimização da recolha de resíduos, prótese de mão para crianças e deteção de incêndios foram os projetos premiados na 3.ª edição do TecStorm’19, a maior competição universitária nacional de tecnologia que decorreu no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa.

As equipas Outstanding Trash, Ambiorix e a B1 – Big Ones, distinguiram-se pela inovação. Na categoria 5G – Network of the Future, atribuída pela Vodafone Portugal, a equipa Outstanding Trash venceu com o projeto Not So Trashy: Um projeto baseado na otimização do processo de recolha de resíduos sólidos urbanos (RSU), através de contentores inteligentes, capazes de disponibilizar em tempo real o seu nível de preenchimento. A equipa foi ainda capaz de criar um servidor central com todas estas informações, capaz de criar as rotas de recolha mais eficientes, de modo a tornar a recolha menos poluente e mais eficaz.

Na categoria Social, atribuída pela Fundação Calouste Gulbenkian, a equipa Ambiorix apresentou o projeto vencedor DreamCatcher: Projeto baseado na criação de uma prótese de mão para crianças em desenvolvimento que, atualmente, são muito caras e de duração curta devido ao crescimento rápido da criança. Através da adaptação de modelos já existentes, o projeto visa conseguir ser uma alternativa mais acessível.

Já na categoria Sustainability, atribuído pela Ciência Viva, a equipa B1 – Big Ones destacou-se com o projeto Firewatch: Um projeto que visa facilitar a deteção de incêndios de modo a prevenir os desastres e perdas que se têm vindo a verificar nos últimos anos. O projeto baseia-se na utilização de um drone que, recorrendo a algoritmos de machine learning e de computer vision, é capaz de distinguir incêndios florestais de fogueiras controladas.

Esta foi a segunda vez que Marcelo Rebelo de Sousa participou no evento organizado pela JUNITEC – Júnior Empresas do Instituto Superior Técnico. O Presidente da República quis ver de perto os projetos dos alunos de áreas como engenharia, gestão e design que participaram nesta maratona tecnológica, que durou 28 horas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

3 × three =