5 dicas para deixar seu fluxo de caixa saudável

caixa registradora
Imagem de Charles Thompson por Pixabay

Você, empreendedor, já chegou ao final do mês se perguntando onde está o dinheiro proveniente dos lucros? Percebe que o fluxo de clientes e o número de vendas estão bons, mas mesmo assim a situação continua no vermelho? Quer saber como deixar o controle de caixa da sua empresa sempre no positivo?

Então, calma, pois temos a solução e as dicas ideais para você deixar seu fluxo de caixa saudável! Quer saber quais são elas?

Então, boa leitura!

1. Tenha um controle planejado do fluxo de caixa

O primeiro passo é o mais importante: se planejar! O planejamento prévio determina, por exemplo, a periodicidade:

  • das análises — para entender onde, quando e como o capital está sendo gasto ou investido;
  • das projeções a serem realizadas — a fim de saber se é possível fazer investimentos e prever como estarão as finanças nos meses seguintes;
  • da atualização do fluxo de caixa — o controle será diário, semanal, quinzenal ou mensal?

Em relação ao último tópico, lembre-se de que é preferível optar por atualizações diárias para não perder o controle das finanças, especialmente se em seu negócio ocorrem muitas movimentações financeiras diariamente.

2. Registre todas as movimentações financeiras

Nenhuma movimentação é pequena ou insignificante demais para aparecer no fluxo de caixa. O controle total sobre as movimentações financeiras, aliás, exige o registro de todas elas, sem exceção.

Para facilitar o processo e o entendimento sobre o destino dos recursos da empresa e sobre a origem dos recebimentos, considere separar as movimentações em categorias. Assim, você identifica os principais tipos de receitas e despesas e consegue se planejar estrategicamente para reduzir gastos, por exemplo, ou realizar investimentos.

É fundamental, também, registrar todas as contas a pagar e a receber, já que isso facilita as projeções de fluxo de caixa para as semanas ou meses seguintes.

3. Faça a gestão do estoque

“Ei, calma aí, o que o estoque tem a ver com o fluxo de caixa?”

Se esse foi o seu primeiro pensamento, saiba que a má gestão do estoque faz com que o dinheiro investido fique parado por tempo indeterminado, impedindo que ele seja utilizado de outras formas mais lucrativas.

Então, gerenciar o estoque e saber qual é o seu valor atual e quais são os produtos com menos ou mais saída é muito importante para trabalhar estrategicamente com o fluxo de caixa, pois isso permite:

  • definir estoque máximo e mínimo;
  • entender qual é o melhor período para fazer compras;
  • saber quais mercadorias comprar;
  • estipular quantas unidades de cada item devem ser adquiridas.

4. Avalie como o dinheiro está sendo utilizado e faça projeções

Por meio do acompanhamento e da análise do fluxo de caixa, é possível saber como o dinheiro da empresa está sendo gasto ou investido, certo? A partir daí, e com as informações sobre as movimentações financeiras do último mês ou, preferencialmente, dos últimos três meses, é possível prever se as finanças estarão no vermelho ou no azul.

As projeções financeiras são um dos fatores mais importantes quando se trata do planejamento estratégico, pois permitem prever situações complicadas e criar soluções para evitá-las. Por isso, é imprescindível ter o controle sobre o fluxo de caixa e mantê-lo atualizado.

5. Utilize um sistema ERP

As tarefas relacionadas ao fluxo de caixa podem e devem ser automatizadas com o auxílio de ferramentas adequadas, como o sistema ERP do GestãoClick.

No geral, esse software permite:

  • registrar todas as movimentações financeiras por meio dos módulos de compra e venda;
  • fazer a gestão completa do estoque;
  • cadastrar as contas a pagar e a receber a fim de auxiliar as projeções de fluxo de caixa;
  • realizar conciliação bancária.

Automatizar processos é uma das estratégias para tornar uma empresa mais produtiva, já que otimiza e agiliza as atividades do negócio. Então, para alcançar a eficiência no controle das informações, considere utilizar um sistema adequado em vez de utilizar planilhas.

Como você pôde perceber, o controle do fluxo de caixa é muito importante para a saúde financeira do negócio, pois auxilia na identificação de gastos desnecessários e na consequente redução de custos.

Falando nisso, confira agora mesmo como reduzir custos na sua empresa e otimizar ainda mais a gestão do fluxo de caixa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

3 + four =