Abrantes usa inteligência artificial na gestão de arquivos municipais

Foto de Município de Abrantes

Novo sistema de gestão documental muda o paradigma da classificação de processos, recorrendo à Inteligência Artificial para agilizar a forma como os profissionais gerem a informação documental.

O Plano de Classificação da Informação Arquivística para a Administração Local (PCIAAL), do Município de Abrantes, desenvolveu um sistema baseado em algoritmos de inteligência artificial, para a classificação e organização da documentação do setor público. A plataforma tecnológica para além de aumentar a eficácia e eficiência do processo, ainda poderá permitir a uniformização deste tipo de procedimentos nas organizações públicas locais.

Este projeto inovador e disruptivo tem gerado um grande interesse nacional, permitindo o desenvolvimento de um novo paradigma de trabalho na área que, não só muda de forma significativa a maneira como os profissionais da gestão de informação concretizam o seu trabalho, como também aumenta de forma exponencial os níveis de assertividade da classificação.

O sistema, utiliza os mecanismos de aprendizagem da Inteligência Artificial (IA) designadamente na atribuição da classificação, tarefa que é considerada como crítica e complexa pelos profissionais de arquivos. A tecnologia tem uma natureza open source e permite a integração com outros sistemas de informação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

one × one =