Automação e Redes Sociais: como melhorar sua performance?

Mundo digital
Foto: Pixabay
  1. Poderíamos começar este artigo com uma pergunta simples, mas contundente: quanto custa uma hora de trabalho? Neste caso, considere as atividades do profissional ou da equipe que gerencia as redes sociais do seu empreendimento. Aliás, mais do que a relação tempo x custo consideremos mais uma questão: qual é a eficiência dessa hora?

Sigamos: principalmente em negócios de pequeno e médio porte, é comum encontrar somente um funcionário a cargo da gestão das redes e criação de conteúdos. E não são poucas tarefas, seja para programar uma publicação no Facebook ou de entender como programar publicações no Instagram, a rotina do community manager é bastante intensa.

Uma coisa é certa, a presença nas redes sociais, para qualquer empreendimento, é fundamental nos dias de hoje. E não é para menos, só no Facebook, há nada menos do que 2 bilhões de usuários no Facebook e 700 milhões no Instagram. Seu público-alvo está nas redes, e é preciso que você também esteja.

Automatizar é preciso

Mas, voltemos à pergunta inicial, sobre o valor da hora. Na verdade, pensar em números é importante, mas é mais importante ainda verificar se esse custo rende de acordo com o investimento. Por exemplo, todos os conteúdos criados precisam ser publicados diariamente ou agendados, isso leva tempo, e não é pouco.

Se tudo isso for feito de forma manual, além da probabilidade de erros e necessidade de refação, um dia completo pode ser consumido somente com tarefas de gestão. Se consideramos o custo do colaborador responsável e calculamos quanto vale um dia de seu trabalho, dividindo este valor pelo tempo da jornada, teremos uma noção de quanto custou cada hora.

De acordo com uma pesquisa da Hubspot, mais de 60% dos profissionais de marketing usam ferramentas de mailing, mas somente 13% contam com softwares de automação. Esse número é relevante e indica que as redes sociais ainda não são o protagonista quando o assunto é otimização da performance e automação de processos.

Quando pensamos nos custos por hora de um community manager ou outros profissionais relacionados com as atividades nas redes, e comparamos este valor com ferramentas de automação nas redes sociais, percebe-se que vale a pena, e muito investir em uma ferramenta. Para dar uma ideia, há soluções com planos a partir de 8 dólares ao mês.

Vantagens da automação em Redes Sociais

E quando dizemos que automatizar é preciso, há alguns argumentos que podem reforçar a ideia. Entre as vantagens de contar com um software de automação, podemos citar:

  • Agendamento: de forma manual, é possível agendar postagens, mas é preciso programar cada uma delas. Com um software, todos os conteúdos podem ser carregados em poucos segundos.
  • Constância: nos casos em que as postagens são feitas dia a dia, nem sempre é possível manter a regularidade. E constância é fundamental nas redes, inclusive em relação ao horário da publicação.
  • Multi-publicações: algumas ferramentas permitem que o mesmo conteúdo seja distribuído em várias redes ao mesmo tempo. Ou seja, você carrega o conteúdo e indica quais são as redes de destino e pronto, postagens em todos os lugares onde sua marca está presente.

Particularidades de cada rede

A lista das vantagens poderia seguir, mas vamos tratar um caso em particular, o Instagram. Se você tem presença nessa rede, sabe que a mesma não permite agendar postagens. Então, se sua marca precisa ganhar visibilidade por meio de imagens, como programar publicações no Instagram? Somente contando com uma ferramenta de automação.

Já na rede social mais popular do mundo, como comentamos, é possível programar a publicação Facebook, mas o tempo gasto, dependendo do volume, torna o agendamento manual inviável. E se formos pensar em aplicar marcas d’água ou redimensionar imagens, as plataformas de automação também costumam oferecer soluções neste sentido.

Conclusões possíveis

De fato, além de todas as funcionalidades extras, a grande beleza da automação do trabalho de publicação nas redes sociais é a economia de tempo. E tempo liberado é tempo disponível para tarefas de maior importância, cria-se a possibilidade de focar no core business e não em processos logísticos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

8 − 7 =