Automaise cria o seu próprio Large Language Model

Equipa de desenvolvimento IA da Automaise

Empresa de tecnologia de Braga desenvolveu o Automaise Quokka, modelo de linguagem de Inteligência Artificial baseado em eficiência computacional, sustentabilidade e segurança.

A Automaise, especialista em software de produtividade para apoio ao cliente baseado em Inteligência Artificial, acaba de lançar o seu próprio Large Language Model (LLM). O Quokka é um modelo desenvolvido e treinado especificamente para atender às necessidades relacionadas com o apoio ao cliente.

Apesar do desempenho extraordinário dos Large Language Models disponíveis – sendo o ChatGPT o mais conhecido -, quando se trata de aplicação em casos específicos, como os cenários de apoio ao cliente, o modelo desenvolvido pela Automaise demonstra ter um desempenho confiável, com uma eficiência computacional muito maior e sustentável.

“Os LLMs disponibilizados pelos líderes do mercado são modelos fundacionais e de natureza genérica. Daqui surgiu a necessidade de criarmos o nosso próprio modelo, para dar resposta a necessidades específicas e de forma mais eficiente comparativamente a outras opções”, explica Fábio Pinto, Head de IA da Automaise.

O modelo da Automaise destaca-se pela sua consciência ecológica e sustentabilidade, sendo 25 vezes menor que o ChatGPT e alcançando uma performance comparável em tarefas de atendimento ao cliente.

“No desenvolvimento deste modelo, não nos preocupou que conhecesse linguagens de programação, há uma grande oferta de modelos que já o fazem. Mas preocupou-nos que se expressasse bem em português europeu e fosse capaz de executar as mais diversas tarefas nessa linguagem, que é algo que os principais modelos disponíveis não conseguem”,, acrescenta Fábio Pinto.

O Quokka, Large Language Model da Automaise, é compatível com o Automaise Support Genius, solução já utilizada por diversas empresas – como Via Verde, Altice, Novobanco, CTT e SIBS – permitindo aprimorar a produtividade das suas operações de atendimento ao cliente, tornando o trabalho mais eficiente, rápido e menos repetitivo. O modelo tem ainda uma versão básica disponível em código aberto, para acesso público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

18 − 16 =