Casa do Impacto arranca com roadshow para investir em startups de impacto

Foto de Casa do Impacto

O Santa Casa Challenge é o concurso da Casa do Impacto para investir em projetos digitais de inovação social e ambiental. O concurso, que está atualmente em fase de aceitação de candidaturas, vai iniciar, a partir do dia 14, um roadshow no Norte do País, em busca de startups e ideias de novos produtos e serviços que respondam aos desafios ambientais. A iniciativa da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa irá premiar três vencedores com participação garantida na Web Summit 2020, incubação gratuita e ainda 15 mil euros para o desenvolvimento do projeto.

Inspirado nos eventos da comunidade da Casa do Impacto, o roadshow de apresentação visa envolver a sociedade em geral e a comunidade empreendedora no tema do concurso, que este ano irá incidir nas Alterações Climáticas, com painéis de discussão apresentados pela Inês Sequeira, Diretora da Casa do Impacto, juntamente com algumas startups do ecossistema de impacto e convidados especiais para cada evento como a Portugal Bugs, SEAentia, Terraguar, o vereador da CM Braga, neste caso, do ambiente, Dr. Altino Bessa, entre outros.

O roadshow acontece no Norte, Centro e Lisboa, em diversos polos de empreendedorismo e universidades: a primeira paragem é no Human Power Hub, em Braga, já no dia 14 às 18h00; no dia 15 o Santa Casa Challenge estará na UPTEC, na Universidade do Porto, à mesma hora. Dia 16 chega ao Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, também às 18h00. A paragem seguinte é na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro no dia 21, às 15h00; O Santa Casa Challenge estará na Biblioteca do Campus de Azurém da Universidade do Minho, dia 22 às 15h30; Dia 23 é o último dia deste roadshow, com uma visita agendada para às 15h00 no Pavilhão das Artes, em Almada. As inscrições são feitas aqui.

Promover a Sustentabilidade Ambiental

Todas as edições do Santa Casa Challenge debruçam-se sobre um ou mais Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Em 2020 o tema é a Sustentabilidade Ambiental (ODS 11 – Cidades e comunidades sustentáveis; ODS 12 – Produção e Consumo Sustentáveis; ODS 13 – Ação Climática) sobre a problemática “Como podemos promover conhecimento, ações e respostas das comunidades às alterações climáticas?”. As ideias ou startups que respondam diretamente a estes desafios podem candidatar-se até ao dia 21 de fevereiro em mais.scml.pt/casadoimpacto/challenge/.

Encerradas as candidaturas, um painel de jurados faz uma pré-seleção de projetos, para que a 9 de março seja feito o anúncio dos finalistas no site e redes sociais da Casa do Impacto, finalistas esses que terão de atender a uma sessão presencial pública de pitchs no final do mês de março (em data a anunciar). Nesse dia serão selecionados os três vencedores de Alpha Packs para a Web Summit 2020, sendo que o primeiro e o segundo lugar recebem ainda um pack de incubação gratuita para dois membros da equipa, durante um ano, na Casa do Impacto. Ao primeiro lugar é atribuído ainda um prémio de 15 mil euros para investimento no projeto.

“Estamos com fortes expectativas de encontrar projetos promissores de inovação ambiental.” adianta Inês Sequeira. “Como sabemos, esta foi nomeada a Década do Clima pelos inúmeros motivos de alarme, por isso há urgência em inovar e nós queremos apoiar estes projetos. É essencial dar-lhes uma oportunidade, amplitude e escala.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

twenty − 18 =