Casa do Impacto premeia solução para compensar as emissões de carbono

Equipas vencedoras do concurso (foto: Casa do Impacto)

Foram selecionadas as startups vencedoras da 7.ª edição do concurso de inovação social Santa Casa Challenge, gerido pela Casa do Impacto. AirCO2 foi a primeira classificada com uma solução para reduzir a pegada de carbono nas empresas. O projeto vencedor ganhou um prémio de 15 mil euros e incubação gratuita no hub de empreendedorismo da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Este ano, os 10 finalistas do programa de inovação Santa Casa Challenge, respondiam aos “novos desafios na educação e no trabalho para a transição digital e alterações climáticas”. Houve quatro vencedores para os três primeiros prémios. AirCO2, no primeiro lugar, e Hephaesnus, no segundo. Para o terceiro lugar a escolha foi mais difícil tendo sido atribuído o prémio ex aequo aos projetos GrowIn e Beebio.

Em primeiro lugar ficou o AirCO2, uma solução chave-na-mão que permite calcular, compensar e reduzir a pegada de carbono de empresas e organizações, através de uma tecnologia inovadora de inteligência artificial, em tempo real e de forma automática. O objetivo é melhorar a gestão ambiental das empresas e ajudá-las no caminho para o “net-zero”, ou seja, o momento em que atingem o balanço entre as emissões geradas e a sua compensação.

Em segundo lugar, a Hephaesnus, que tem como objetivo prevenir e aumentar a eficiência do combate a incêndios florestais, através de um dispositivo de prevenção e um projétil de combate à distância.

Por último, empatadas em terceiro lugar, ficaram a GrowIn, um sistema autónomo para produção agrícola em espaços urbanos, que usa sensores, inteligência artificial, e ainda alertas para momentos importantes do ciclo de vida da produção; e a startup de Edtech Beebio que consiste numa ferramenta de ensino híbrido, apoiada na tecnologia, que visa melhorar a experiência de aprendizagem de matérias de ciências, tecnologia, engenharia, artes e matemática, que juntas formam as disciplinas STEAM, ao mesmo tempo que aproxima os estudantes da natureza e cria uma comunidade preocupada com a sustentabilidade, a biodiversidade e economias circulares.

“A qualidade dos projetos tem melhorado de ano para ano, e por isso, também aconteceu o caso de se dar o empate no terceiro lugar”, esclarece Inês Sequeira, diretora da Casa do Impacto. “Queremos apoiar os projetos mais inovadores que façam o uso da tecnologia para a resolução de problemas sociais/ambientais que sejam mais prementes em determinado momento- neste caso a educação para a transição digital e alterações climáticas, pois precisamos de capacitar a população hoje que ainda se encontra pouco informada relativamente a um dos maiores desafios da atualidade, dando também resposta às empresas e organizações, cada vez mais comprometidas com a sustentabilidade e o futuro do planeta.

O Santa Casa Challenge é um concurso anual de inovação social digital destinado a apoiar projetos de impacto social e ambiental, e premiar soluções tecnológicas inovadoras, alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela Organização das Nações Unidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

nine + 18 =