Cisco promove Inclusão e Igualdade de Género no meio digital

Foto de Cisco Portugal

Cisco Portugal adere à Aliança para a Igualdade nas TIC. A empresa formalizou a sua adesão a esta iniciativa num evento que contou com a presença de Rosa Monteiro, Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade de Género.

A Aliança para a Igualdade nas TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), é uma iniciativa promovida pelo programa “Engenheiras Por Um Dia” e formalizada entre a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG) e a Associação Portuguesa para a Diversidade e Inclusão (APPDI).

O acordo foi assinado a 26 de janeiro, no Lagoas Park, num evento que contou com a presença da Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, e de diversos quadros da Cisco Portugal.

“A igualdade de género, a inclusão e a equidade são fundamentais para a Cisco. Acreditamos que um ambiente diverso promove uma cultura mais forte e justa e permite que as empresas alcancem novos patamares de colaboração. É com muito orgulho que aderimos à Aliança para a Igualdade nas TIC, reforçando assim o nosso compromisso para com a equidade, a justiça e a desconstrução dos estereótipos de género na área tecnológica em Portugal”, comenta Miguel Almeida, Diretor Geral da Cisco Portugal.

A Aliança para a Igualdade nas TIC procura contrariar a tendência vigente e impulsionar a representação das mulheres no setor tecnológico em Portugal, um objetivo partilhado pela Cisco Portugal, que tem implementado diversas iniciativas para reforçar a igualdade e inclusão na sua força de trabalho.

Com este passo, a Cisco reforça o seu compromisso para com a igualdade, a diversidade e a inclusão no setor tecnológico. Entre os projetos concretos da multinacional, destacam-se, a Pay Parity Initiative, através da qual a Cisco compromete-se a remunerar os seus colaboradores de forma justa e equitativa.

Women of Cisco é outra iniciativa que promove uma comunidade global focada na atração, retenção e desenvolvimento do talento feminino no mundo do trabalho. Neste âmbito a Girls Power Tech, evento anual que oferece a mulheres e raparigas jovens a oportunidade de contactarem com mentores da Cisco com o objetivo de trazer mais mulheres para o mundo tecnológico.

Alem das iniciativas de inclusão, a empresa desenvolve outras medidas destinadas ao apoio familiar, como o Day for Me e Critical Time Off: através dos quais os colaboradores da Cisco podem aproveitar um dia por trimestre para descansar junto dos seus; ou deixar o trabalho de lado por um dia para dar resposta a uma situação de urgência do foro pessoal – tudo isto sem que lhes sejam descontados dias de férias.

A empresa tem também em curso a adaptação ao formato híbrido: Na Cisco, as chefias estão a ser formadas para saberem apoiar as suas equipas na transição para os novos modelos de trabalho.

Recordamos ainda que, em 2021, a Cisco Portugal ficou classificada em 1º lugar no ranking das melhores empresas para trabalhar em Portugal segundo a organização Great Place to Work, marcando assim o 12º ano consecutivo em que a empresa esteve classificada nos três primeiros lugares daquele ranking.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

fifteen − 10 =