Comissão Europeia avança com regulação para publicidade online

Věra Jourová em conferencia de imprensa na Web Summit
Foto de José Mendes/Empreendedor

Věra Jourová agradece a denunciantes como Frances Haugen por “abrir a caixa preta” e ajudar a tornar mais fácil para os governos defenderem a regulamentação das grandes empresas digitais.

A vice-presidente de valores e transparência da Comissão Europeia, deu hoje uma conferência de imprensa no âmbito da Web Summit. Na altura a responsável pelas políticas de transparência, anunciou que vai avançar, ainda este mês com um pacote legislativo para a publicidade online.

“Dentro e poucas semanas, em principio a 23 de novembro, apresentar medidas para a publicidade politica online. Atualmente a publicidade com propósitos políticos não é regulada”, esclarece Věra Jourová, acrescentando que esta situação faz aumentar as duvidas e “há quem tente influenciar eleições ou comportamentos”.

A comissária defendeu que “é preciso assegurar que as pessoas têm liberdade de escolha”. “Precisamos garantir que a informação que os utilizadores vêm online não é alimentada por algoritmos obscuros ou um exército anónimo de bots”, acrescentou.

“Queremos aumentar a transparência e regular os métodos de seleção do público-alvo”, defendeu a vice-presidente da Comissão Europeia, acrescentando que “a nossa democracia é demasiado valiosa, precisamos de avançar depressa”.

 Věra Jourová explica que parte da solução proposta deverá passar pela obrigação das empresas divulgarem aos utilizadores quem pagou o anúncio e quais os critérios para ter sido escolhido como publico-alvo.

“Ao obrigar as empresas a mostrar relatórios, torna-as mais responsáveis”, acrescenta, sublinhando que “a liberdade de expressão devera ser sempre protegida, mesmo que isso signifique que as pessoas tenham liberdade para dizer coisas estúpidas”.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

three × 3 =