Consumidores cautelosos nas compras de Natal

Foto de Any Lane em Pexels

Estudo revela consumidores cautelosos nas aquisições de Natal. Uma pesquisa da IBM indica que os consumidores estão dispostos a celebrar e a consumir nas épocas festivas, mas a incerteza instala-se e 66% dos consumidores inquiridos dizem que estarão mais preocupados com a economia nesta época festiva.

Ainda assim, as preocupações ambientais continuam no topo das atenções, com 73% dos consumidores a afirmar que a preocupação com a sustentabilidade vai ser uma preocupação nas suas compras para esta época.

De acordo com o Annual Global Holiday Shopping and Travel Report, divulgado pelo IBM Institute for Business Value (IBV), muitos consumidores globais estão prontos para celebrar a época festiva do consumo no final de ano e farão as compras de Natal mais cedo do que em anos anteriores.

No entanto, à medida que um conjunto mais vasto de questões económicas e políticas tomou o centro das atenções no ano passado, novos riscos e incertezas pairam sobre os seus planos.

O estudo concluiu que os orçamentos de compras para 2022 aumentaram 8% em relação a 2021 – em linha com o Bain’s economic forecast – e os orçamentos de viagens de férias aumentaram quase 50%. No entanto, fatores como a inflação e os aumentos de preços levaram as questões económicas para o topo das preocupações nesta época festiva.

Enquanto 59% dos consumidores inquiridos dizem que estarão menos apreensivos com a COVID-19, dois em cada três dizem que estarão mais preocupados com a economia. 59% dos inquiridos afirmam estar mais preocupados com as perturbações na cadeia de abastecimento que poderão tornar as compras de Natal mais difíceis ou mais dispendiosas.

Foto de Roman Odintsov em Pexels

Regresso às tradições de Natal

“De acordo com os resultados do estudo em 2022, os consumidores esperam voltar às tradições desta época festiva, que tiveram de alterar nos últimos dois anos”, disse Karl Haller, Partner, Consumer Center of Competency Leader, IBM Consulting.

“Estão a começar as compras e o planeamento de viagens mais cedo, mas também querem assegurar as suas escolhas com opções como devoluções ou cancelamentos gratuitos. Para se adaptarem a estas mudanças no comportamento dos consumidores, os retalhistas necessitam de melhorar a visibilidade e rastreabilidade do seu inventário, entregas e devoluções dos produtos. A IA pode ajudá-los a compreender, estabelecer prioridades e resolver questões críticas em tempo real”.

A incerteza em torno da inflação, preços do gás e da cadeia de abastecimento está a impactar os planos dos consumidores. À medida que as preocupações com a pandemia do COVID-19 diminuem para muitos consumidores, as atenções viram-se para as condições económicas e a cadeia de abastecimento, ambas tão incertas nesta temporada de festas.

Foto de Max Fischer em Pexels

Quase metade dos consumidores inquiridos gastará menos se a inflação continuar a provocar aumentos de preços. Se forem forçados a reduzir o seu orçamento de compras de Natal, mais de 60% irão reduzir as categorias não essenciais como vestuário, calçado, jóias e acessórios. Se os bens não estiverem disponíveis devido a problemas na cadeia de abastecimento, 41% dos inquiridos dizem que gastarão menos enquanto 30% dizem que gastarão mais se conseguirem encontrar facilmente substituições.

Em linha com a mudança do tradicional início da época de compras com a Black Friday, 58% dos consumidores inquiridos planeiam começar as compras para a época festiva a partir do início de novembro, em comparação com os 44% do ano passado. Quase dois em cada três planeiam pré-encomendar nesta época natalícia para conseguirem os seus produtos a tempo e com preços garantidos.

Ao mesmo tempo, os consumidores querem manter as suas opções em aberto. Quase sete em cada dez inquiridos optarão por marcas ou retalhistas que ofereçam cancelamentos gratuitos, alterações de encomendas e devoluções, bem como um ambiente seguro COVID-19. Os resultados do estudo parecem indicar que estas regalias valem muitas vezes o preço devido às contínuas preocupações em torno da cadeia de abastecimento e da disponibilidade de produtos nesta época festiva.

As viagens são também uma área em que os consumidores procuram voltar ao normal, ao mesmo tempo que atenuam qualquer risco associado a potenciais alterações de preços devido à inflação e à flutuação dos preços do gás. O estudo concluiu que a procura média de viagens irá aumentar 9% durante a época festiva.

Foto de Andrea Piacquadio em Pexels

A sustentabilidade continua a ser a principal preocupação

Consistente com o relatório do ano passado, a sustentabilidade continua a ser a principal preocupação dos consumidores inquiridos a nível mundial. “À medida que mais consumidores alinham as suas compras com os seus valores, os retalhistas e as marcas que podem fornecer opções mais amigas do ambiente podem potencialmente ganhar uma maior percentagem dos gastos neste período festivo”, disse Haller.

Três quartos (73%) dos inquiridos disseram que estão a considerar a sustentabilidade quando fazem as suas compras de Natal. Vinte e nove por cento dos consumidores inquiridos irão agrupar várias encomendas para ajudar a reduzir as emissões de carbono, enquanto 38% evitarão os plásticos de utilização única, e dois em cada cinco optarão por fazer compras nas proximidades (42%) e irão comprar produtos que são rotulados como sendo ambientalmente sustentáveis ou socialmente responsáveis (41%).

Notavelmente, os inquiridos estão dispostos a pagar um prémio médio de 41% para produtos sustentáveis, 34% para viagens aéreas sustentáveis, e 37% para alojamento sustentável nesta época festiva.

O estudo é o resultado de um inquérito a mais de 12.000 adultos em nove países (Brasil, Canadá, França, Alemanha, Índia, México, Espanha, Reino Unido, Estados Unidos), realizado em Agosto de 2022 para o Institute for Business Value, um organismo da multinacional IBM que atua como grupo de reflexão para a produção de ideias estratégicas de liderança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

eleven − 2 =