Consumidores portugueses preocupados com subida de preços no Natal

Foto de Harold Wijnholds no Unsplash

74% dos consumidores portugueses dizem preferir as lojas físicas para as compras de Natal, mas 77% admite também fazer algumas compras online. A qualidade do produto (74%), descontos (71%) e sustentabilidade (22%) estão no topo das prioridades dos consumidores mas a maior preocupação é o aumento dos preços, para 54% dos consumidores portugueses.

Um relatório da Salesforce, empresa tecnológica multinacional líder em Customer Relationship Management (CRM), analisou os hábitos de consumo em todo o mundo. O Salesforce Holiday Insights Survey, que inclui também dados relativos a Portugal, destaca que 54% dos portugueses mostram-se preocupados com a atual subida de preços, e ainda 46% demonstram alguma preocupação com o facto de terem menos dinheiro este ano para gastarem nesta época festiva.

Ainda assim, este ano haverá mais portugueses a comprarem presentes, quando comparado com 2020. As lojas físicas serão as preferidas pelos consumidores, no entanto, quatro em cada cinco, admitem também fazer compras online.

Chegado o momento da compra, aquilo que os portugueses mais valorizam é a qualidade do produto (74%), sendo que os descontos a que estão sujeitos também fazem parte das prioridades para a grande parte dos consumidores (71%). As preocupações ambientais, designadamente a sustentabilidade está este ano a destacar-se como um fator de escolha relevante para o consumidor (22%).

Foto de freestocks no Unsplash

“Temos assistido a muitos operadores do retalho a optarem por menos campanhas de descontos, devido às limitações de disponibilidade de produtos, pelo que tem havido um maior foco nos programas de fidelização.” explica Rob Garf, Vice-Presidente e Diretor Geral de Retalho na Salesforce, acrescentando que “os consumidores irão perder no jogo dos descontos este ano, principalmente os que deixam as compras para a última hora.”

A verdade é que tanto em 2020 (45%) como este ano (57%), a maioria dos portugueses começa a fazer compras de natal em novembro, não havendo tendência de antecipação, muito embora haja diferentes questões que preocupam os consumidores lusos, nomeadamente as questões de segurança contra a pandemia, uma vez que, chegando o momento de fazer compras, 51% dos consumidores dizem ter alguma preocupação em fazer compras em lojas físicas e de forma presencial.

Recorde-se ainda que a Salesforce divulgou também recentemente as conclusões do Connected Shoppers Report, indicando uma lacuna entre as crescentes expectativas dos consumidores online e a capacidade real do setor do retalho em corresponder às exigências colocadas.

A principal conclusão do relatório revela que quase a totalidade dos consumidores online (80%) abandonam as marcas e lojas online após três más experiências. O relatório divulga ainda que o retalho mundial perde 100 mil milhões de dólares por ano devido a ineficiências na execução das lojas online e offline.

O estudo Salesforce Insights é desenvolvido trimestralmente pela Salesforce e a sua pesquisa incidiu em 11.738 consumidores na Austrália, Nova Zelândia, Brasil, Canadá, França, Alemanha, Japão, Portugal, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos, entre 19 de outubro de 2021 a 1 de novembro de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

two × 3 =