Coopérnico entra na comercialização de energia verde e sem fins lucrativos

Imagem de Jukka Niittymaa por Pixabay

A Coopérnico é a primeira cooperativa de Energias Renováveis a operar em Portugal no comércio de energia. A cooperativa, que produz energia elétrica a partir de fontes renováveis, recebeu a licença para operar também no comércio de energia, tornando-se a primeira empresa de economia social a fornecer energia elétrica em Portugal Continental.

A Coopérnico é pioneira em Portugal num modelo em que a eletricidade é comercializada sem fins lucrativos. A cooperativa já era produtora de eletricidade, na sua maioria recolhida em painéis solares instalados nos telhados de instituições de solidariedade social, agora a sua entrada na rede de comercialização vem acrescentar “maior justiça e equidade”, contribuindo para “a democratização do setor”, segundo os seus responsáveis.

O modelo de negócio da Coopérnico apoia-se na contribuição dos cidadãos para investir em projetos de energias renováveis, integrando agora esse conceito na comercialização de eletricidade para abastecer famílias e negócios.

Para ser cliente é necessário ser membro ou ser recomentado por um membro da cooperativa. Para aderir, basta adquirir três títulos de capital social (no valor de 20 euros cada um). Cada membro pode ainda oferecer o tarifário da Coopérnico a três amigos ou familiares. Tornando-se membro, passa também a ser dono da sua própria empresa de energia.

O preço da energia anunciado pela cooperativa equipara-se às ofertas das principais empresas concorrentes, segundo o simulador da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Para Nuno Brito Jorge, Presidente da Direção da Coopérnico “o objetivo não é ser o concorrente mais barato, mas sim o mais justo e transparente. O facto de se tratar de uma Cooperativa sem fins lucrativos é desde logo um grande diferenciador. Claro que nos permite também ambicionar ter uma oferta mais competitiva.”

A prioridade da Coopérnico é reinvestir os lucros para alimentar novos projetos de energia renovável e promover o acesso a energias limpas. “O nosso compromisso global é produzir sempre energia renovável em quantidade igual ou superior àquela que os nossos clientes e membros consomem, mantendo assim o saldo sempre positivo”, sublinha Miguel Almeida, membro da Direção e responsável pela unidade de negócio da comercialização. O objetivo de curto prazo é “conseguirmos ter produção própria de energia renovável e só ter de ir a mercado comprar energia quando esta não for suficiente para o consumo dos nossos membros e clientes”, acrescenta.

Na Europa já existem mais de 1.500 cooperativas de energia renovável, que distribuem benefícios pelos seus membros. Em Portugal a Coopérnico é, desde 2013, a única Cooperativa do ramo. Até ao final do ano a cooperativa espera chegar aos dois mil clientes e atingir 2,4 milhões de Euros de investimento em renováveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

19 − 2 =