DreamShaper fecha investimento de 2 milhões de euros

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

DreamShaper, a plataforma online de aprendizagem baseada em projetos, fechou uma rodada de investimentos de 2 milhões de euros com o fundo português de Venture Capital, Alpac Capital. O investimento permite à empresa consolidar a sua presença no Brasil e acelerar sua expansão europeia.

Fundada por 3 empresários portugueses, a plataforma DreamShaper foi construída em Portugal e lançada no mercado brasileiro de educação em 2015, onde a empresa atingiu os 700 mil euros em receita anual. Em 2018, a DreamShaper começou a olhar para o mercado europeu, após uma primeira apresentação na Web Summit do ano passado.

A plataforma permite às escolas e universidades trabalharem as competências sócio emocionais dos seus alunos, para dar resposta às exigências neste campo, no mercado de trabalho.

Através de um Abordagem de Aprendizagem Baseada em Projetos (PBL), o DreamShaper apoia escolas e professores para implementar e melhorar seus métodos de ensino ativos que envolvem os alunos e promovam o desenvolvimento de habilidades sócio emocionais e relacionadas ao trabalho.

“A plataforma foi projetada para os estudantes passarem por um conjunto de etapas e desafios que, com o apoio de recursos pedagógicos, proporcionam autonomia e motivação para trabalhar em seus projetos, em colaboração com seus colegas. Por outro lado, incentiva os professores a orientar e dar feedback ao trabalho dos alunos”, explica João Borges, cofundador e CEO da DreamShaper.

A plataforma DreamShaper já impactou mais de 150.000 estudantes no Brasil, desenvolvendo um conjunto de habilidades – como pensamento crítico, criatividade, comunicação, argumentação, colaboração, entre outros – em alinhamento com as novas diretrizes educacionais em todo o mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

13 + five =