Estratégia de Diferenciação para ser mais competitivo

Fonte: Freepik

A inovação e a procura contínua de formas de se destacar da concorrência e de se posicionar no mercado tornaram-se uma prioridade na estratégia de diferenciação para os responsáveis de marketing das empresas.

O objetivo não é apenas atrair o maior número de clientes possível, mas também ganhar a sua fidelidade para que não sejam atraídos pela concorrência.

Mas como pode isto ser conseguido sem reduzir o custo do produto? Um dos recursos mais valiosos disponíveis é a vantagem competitiva, que procura concentrar estratégias e esforços em alguma vantagem excecional do nosso produto ou da nossa empresa, a fim de conseguir diferenciação de outras marcas. Por outras palavras, acrescentar valor ao que oferecemos e destacar-se da concorrência.

Neste artigo falaremos sobre a estratégia de diferenciação e que aspetos deverão ser tidos em conta para alcançar o máximo desse objetivo.

O que é uma estratégia de diferenciação?

A estratégia de diferenciação, como já antecipámos, procura acrescentar valor a um produto ou serviço, torná-lo atrativo e que se destaque da concorrência, o que fará com que os potenciais clientes o escolham em vez de outra empresa.

A fim de compreender o conceito e como este difere de outras estratégias competitivas, começaremos por mencionar brevemente as três estratégias mais comuns que as empresas utilizam para se destacarem da concorrência.

  • Liderança de custos. O objetivo é destacar-se através da redução do preço do produto;
  • Diferenciação. O objetivo é destacar-se da concorrência, acrescentando valor ao produto;
  • Foco. O objetivo é destacar-se acrescentando valor ao produto ou reduzindo o preço, mas dirigindo-se a um público específico.
Fonte: Unsplash.com

Existem diferentes formas de acrescentar valor a um produto ou à empresa que o comercializa, e aqui detalhamos alguns exemplos:

  • Para as características próprias do produto: com várias funções, com inovações, produtos sustentáveis, com consciência social, com designs únicos;
  • Para o serviço pós-venda: serviço de garantia alargada, de excelência, reembolso em caso de não conformidade, possibilidade de devolução;
  • Packaging que se destacam da concorrência;
  • Por facilidades logísticas, envios gratuitos, entregas no mesmo dia;
  • Campanha de comunicação e publicidade original, geralmente dirigida a um público específico, que gera consumidores a pensar na marca quando necessitam do produto.

Como podemos ver, pode ser acrescentado valor para otimizar um produto, bem como para a empresa e o que esta tem para oferecer aos seus clientes se eles o escolherem.

A partir desta estratégia, a empresa procura gerar uma vantagem competitiva, fazer com que os clientes percebam o produto como exclusivo e incentivar a fidelização.

Vantagens e desvantagens da estratégia de diferenciação

Fonte: Habitium.pt

Claro que, como em qualquer estratégia de marketing, a diferenciação tem grandes vantagens, incluindo:

  • Facilidade de execução, pois existem muitas formas de diferenciação e podem ser adaptadas às possibilidades de qualquer empresa;
  • Fidelidade e brand awareness ou reconhecimento da marca, o que gera alta competitividade no mercado;
  • Melhoria da imagem da empresa;
  • Aumento do ROI e da rentabilidade da empresa.

Mas é claro que esta estratégia também tem as suas complexidades, o que pode funcionar contra ela no momento de aplicar:

  • Pode não ser fácil encontrar uma característica única que outras empresas não possam imitar com o tempo, pelo que a diferenciação conseguida pode ser de curta duração;
  • Necessidade de constante atualização e desenvolvimento para continuar a diferenciar-se;
  • Os custos podem aumentar consideravelmente para a inovação de produtos, e isto pode levar à perda de competitividade com empresas que utilizam estratégias de custos.

4 exemplos bem conhecidos de estratégia de diferenciação

Aqui estão alguns exemplos de marcas bem conhecidas que utilizam estratégias de diferenciação para que possa se inspirar.

Coca-Cola

As campanhas de comunicação são claramente a estratégia de diferenciação mais notável da Coca-Cola, promovendo valores como a felicidade, o amor e a amizade na sua publicidade.

Além disso, oferece uma diferenciação na qualidade, o que a torna inimitável em comparação com o mesmo produto da concorrência.

Fonte: Unsplash.com

Apple

A diferenciação do produto é dominante nesta marca. A Apple destaca-se graças ao seu design e inovação tecnológica, que ainda não foi igualado pela concorrência e que, por isso, alcançou um elevado nível de fidelização.

Fonte: Unsplash.com

Emirates

É um exemplo claro de diferenciação de serviços através da excelência na experiência do cliente, fornecendo um serviço personalizado e de qualidade.

Fonte: Pexels.com

Nespresso

Embora exista uma grande concorrência no sector, esta marca conseguiu estabelecer-se como a marca líder no seu campo. Com um produto de qualidade, de alto custo e com packaging atrativos, é ainda o que tem a melhor imagem e, portanto, a preferida pelos consumidores quando fazem a sua escolha.

Fonte: Unsplash.com

Como desenhar uma estratégia de diferenciação?

Há alguns conceitos básicos a ter em conta no desenvolvimento de uma estratégia e vamos contar-lhe alguns deles que acreditamos serem de grande importância.

O mercado

É importante fazer uma análise prévia do mercado para conhecer a oferta e a procura, as necessidades e o comportamento dos consumidores-alvo, a viabilidade da estratégia que tem em mente e se é fácil de imitar.

Pense no que os consumidores querem de um produto a fim de obter bons resultados.

O diferenciador

Escolha o diferenciador que pretende aplicar, dependendo das suas possibilidades de melhoria. Que se trate, por exemplo, de um de produto, de uma pós-venda ou de logística. Depois certifique-se de que o custo da estratégia irá gerar uma maior rentabilidade do que anteriormente no negócio e de que pode realmente cumprir com a diferenciação que oferece.

Os valores

Se tiver os valores da sua empresa bem definidos, será mais fácil para si, escolher o diferenciador certo, transmitir a mensagem que deseja e gerar o conhecimento da marca entre os consumidores.

Comunicação

Desenvolva uma estratégia de comunicação para mostrar a imagem da sua marca e o que ela tem para oferecer.

Uma boa opção é utilizar a estratégia de storytelling, com a qual pode contar a história da sua empresa e difundir os seus valores através de conteúdos de qualidade. Desta forma, gerará o conhecimento da marca nos utilizadores e estes o terão em consideração ao momento de escolher.

Fonte: Freepik.es

Conclusão

Se não quer ser deixado para trás e quer ser verdadeiramente competitivo no mercado, é importante que encontre uma forma de se destacar. É por isso que a estratégia de diferenciação tem de ser uma ferramenta infalível na sua estratégia de marketing.

Só estudando e conhecendo todos os aspetos do seu produto e de que forma se destacam, poderá explorá-lo ao máximo e destacar-se no mercado em que compete.

Agora que já conhece os benefícios desta estratégia pode dedicar algum tempo a encontrar a melhor forma de se destacar, comunicando a sua marca eficientemente para conseguir um negócio mais rentável. Ao mesmo tempo, é essencial manter-se a par da evolução do mercado e não deixar de inovar, para não ficar no meio do caminho.

Então, pensa que está pronto para se diferenciar?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

thirteen − 8 =