Estudantes universitários: Bem-estar é um dos principais desafios do futuro

Foto de Naassom Azevedo no Unsplash

76% dos alunos universitários identificam o bem-estar como um dos principais desafios do futuro. Segundo um estudo global, as preocupações com o bem-estar dos alunos e dos colaboradores estão a aumentar e marcam uma tendência para o futuro. Os estudantes universitários indicam ainda que as comunicações e os recursos de apoio tecnológicos são as soluções que mais valorizam nas instituições de ensino.

A segunda edição do Connected Student Report, um estudo organizado pela Salesforce, junto de responsáveis universitários e alunos em todo mundo, aponta para uma nova tendência entre os estudantes universitários e que terá consequências no futuro do mercado de trabalho. A preocupação com o bem-estar passou a ser uma das prioridades mais valorizadas pelos estudantes do ensino superior. O relatório inclui informação sobre os resultados de um inquérito conduzido junto de 1.128 alunos e 1.076 colaboradores em dez países, mostrando que 76% dos alunos inquiridos identificam o bem-estar como o seu principal desafio.

As preocupações financeiras (74%) ainda são uma das principais inquietações dos estudantes, mas no relatório deste ano um número significativo de inquiridos classificou o bem-estar como o valor mais relevante que pode ser partilhado pelos líderes da instituição através de comunicações da universidade. Trata-se de um aumento de 73% em comparação com o ano passado, quando a Salesforce.org também entrevistou alunos, indicando que uma segunda vaga da crise de bem-estar já está em andamento.

Encontrar um lugar tranquilo para trabalhar (65%) junta-se ao bem-estar como os principais desafios enfrentados pelos alunos, destacando como o bem-estar holístico é frequentemente multifacetado e pode ser moldado por vários fatores financeiros e socio-emocionais.

Os líderes universitários estão a par dessas tendências. Uma pesquisa recente do American Council on Education (ACE) destacou que uma das questões mais urgentes que os presidentes das Universidade enfrentam é a saúde mental dos alunos (73%), seguindo-se a saúde mental dos professores e funcionários (48%).

Na 9ª Edição Anual do Education Summit, os líderes de educação da Salesforce.org destacaram como a importância do bem-estar holístico e a abordagem proativa das necessidades dos alunos são essenciais para impulsionar o seu sucesso. Os administradores e organizações focadas nessas questões estão a colaborar para encontrarem formas de lidar com a crise crescente.

Quando questionados sobre quais os recursos que as suas universidades poderiam fornecer para melhor apoiar o seu bem-estar, os alunos destacaram a tecnologia digital como forma de “ajudar a manter o bem-estar, através de lembretes de texto SMS” (22%); Uma aplicação para “encontrar um lugar tranquilo para estudar / trabalhar” (27%); “comunicações mais focadas no bem-estar” (29%); mais “apoio online de bem-estar” (34%); e mais “oportunidades para se envolverem com outras pessoas” de forma a sentirem-se menos isolados (37%).

O estudo foi realizado para a Salesforce, uma empresa especializada em Customer Relationship Management (CRM), orientada para a transição digital das organizações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

eight − seven =