European Innovation Academy premeia inovação

Foto: EIA

A European Innovation Academy, o maior programa universitário de aceleração em Inovação Digital da Europa, anunciou os 10 projetos mais inovadores que irão revolucionar diferentes áreas e hábitos da sociedade, recorrendo ao uso de smart devices, big data, Internet of Things, 3D printing e aplicações web. Dos 50 alunos finalistas, 8 são portugueses, distribuídos pelas equipas vencedoras.

Os mais inovadores foram selecionados por um grupo de investidores, sendo que a maioria são projetos de inovação social, e cinco deles incluem estudantes portugueses. São eles: a MyfriendOBI, uma plataforma que funciona como um amigo para apoiar crianças com doenças crónicas a partilhar os seus sentimentos e gerir tratamentos, a GroupPay, uma aplicação que vem simplificar os pagamentos em grupo, a APTIC, uma aplicação para apoiar invisuais que deteta objetos em tempo real e descreve o ambiente em redor, o Biotimix, um dispositivo que permite a criação de tecido humano com recurso a impressões 3D e o SafeSeat, uma  cadeira de criança para bicicletas com um airbag instantâneo que abre em caso de queda.

Outros projetos vencedores incluem também a Bippy, uma aplicação que permite identificar estacionamentos livres e os seus preços, a HustleAPP, uma plataforma para apoiar o lançamento de artistas, a AME, uma solução que evita a incrustação biológica nos cascos dos navios, a Taiche, uma solução para reutilização de plástico, e, por fim, a UrbanBee, uma solução que permite monitorizar abelhas de forma automática.

Além dos 10 prémios, foi ainda entregue um wild card a um projeto com ADN português, o Iliaki Solutions, que propõe a criação de uma película de cobertura que recolhe mais fotões e duplica a eficiência de painéis solares.

A realização da European Innovation Academy decorreu de 14 de julho a 2 de agosto, em Cascais, com a presença de 500 participantes vindos das melhores universidades do país de 60 países diferentes que aceitaram o desafio de criar uma startup em três semanas.

O programa conta com o apoio de mais de 100 mentores de renome nacionais e internacionais, com experiência em Sillicon Valley, as equipas trabalharam no desenvolvimento de protótipos, angariação de clientes e na realização de um pitch para captar investimento. As equipas vencedoras irão a partir de agora receber mentoria dos vários especialistas do programa para o arranque dos projetos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

14 + 1 =