From Start-to-Table: WNWN Food Labs e Ecoceno vencem edição de 2022

Afonso Vieira, fundador da Ecoceno recebendo o prémio (foto de Startup Lisboa)

A WNWN Food Labs, que cria chocolate sem cacau, e o Ecoceno, um serviço de embalagens reutilizáveis, foram as startups vencedoras da quinta edição do From Start-to-Table, programa de aceleração da Startup Lisboa para negócios ligados ao ecossistema alimentar e da restauração.

O From Start-to-Table assinalou os seus cinco anos de atividade com mais uma edição do programa de aceleração dedicado a apoiar startups com soluções disruptivas no setor alimentar. Na final que decorreu na quinta-feira, 15 de dezembro foram premiadas as duas startups vencedoras nas categorias de Tecnologia para Restauração e Novos Produtos de Food & Beverage Sustentáveis.

Ecoceno e WNWN Food Labs ganharam, cada uma, 10 mil euros e o acesso direto à incubação na Startup Lisboa por seis meses. A entrega dos prémios aconteceu no final do Demo Day, que decorreu no edifício da Factory Lisbon no Hub Criativo do Beato.

 Os vencedores foram escolhidos entre 20 finalistas avaliados com base no grau de inovação do modelo de negócio, na qualidade da equipa e da sua capacidade de implementar o projeto, e no potencial de crescimento e escalabilidade do negócio, bem como os princípios orientadores de sustentabilidade, critério exigido nesta 5ª edição.

O Ecoceno, fundado por Afonso Vieira, que venceu na categoria Tecnologia para Restauração, opera um serviço de embalagens reutilizáveis com o objetivo de pôr fim ao desperdício quando se encomendam refeições prontas a consumir.

O vencedor da categoria de Novos Produtos de Food & Beverage Sustentáveis foi a startup britânica WNWN Food Labs. Fundada por Ahrum Pak e Johnny Drain. Trata-se de uma foodtech de fermentação que cria produtos com ingredientes alternativos, como um chocolate feito sem cacau.

Carolina K. Food Designer & Researcher WNWN Food Labs durante a cerimónia de entrega de prémios

Durante oito semanas, os projetos finalistas trabalharam na prototipagem e validação do seu produto no mercado português e tiveram também acesso a especialistas do setor, mentores e investidores através de webinares, debates, talks e mais de 150 horas de mentoria.

A edição deste ano contou com participantes de 15 nacionalidades, com 74% dos founders estrangeiros, comprovando a crescente internacionalização do programa que, a cada edição, tem vindo a ter mais procura por parte de empreendedores de outras geografias.

Ao longo das cinco edições, o programa From Start-to-Table contou já com mais de 500 candidaturas, de mais de 30 países, e foi responsável pela aceleração de mais de 110 startups que conseguiram angariar pós programa mais de 5 milhões de euros em investimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

20 − 13 =