Goldman Sachs avalia Fever em mais de mil milhões de dólares

Foto: Fever

A Goldman Sachs Asset Management lidera um investimento de 227 milhões de dólares na startup Fever, impulsionando a empresa para um valor total acima dos mil milhões de dólares.

A startup Fever, presente em Portugal desde 2018, especializada em curadoria orientada por dados e no desenvolvimento de novas experiências de entretenimento abriu uma ronda de financiamento, liderada pela Growth Equity da Goldman Sachs Asset Management. O investimento, no valor de 227 milhões de dólares, é o maior alguma vez realizado para uma startup de tecnologia de entretenimento ao vivo e avalia a empresa em mais de mil milhões de dólares.

A empresa liderada pelos espanhóis, Ignacio Bachiller Ströhlein, Alexandre Perez Casares e Francisco Hein tem por missão democratizar o acesso à cultura e ao entretenimento, a partir de uma plataforma que inspira os seus utilizadores através de experiências personalizadas e curadas na sua cidade local, capacitando criadores de entretenimento e eventos no “mundo real” a alcançarem novos públicos e a melhorarem as suas experiências.

“Estamos orgulhosos do nosso papel em capacitar os criadores a oferecerem experiências memoráveis da vida real a milhões de pessoas em todo o mundo que procuram pela partilha de momentos únicos. Apesar dos desafios da pandemia e da novidade do metaverso, nunca houve um momento melhor para eventos da vida real emocionantes e bem organizados. A Fever e os incríveis criadores de eventos que utilizam a nossa plataforma estão bem posicionados para conhecer o zeitgeist”, sublinha Ignacio Bachiller Ströhlein, CEO da Fever.

Nos últimos dois anos, em resultado da pandemia, milhares de produtores e criadores tradicionais, como museus ou organizadores de música clássica, lutavam para adaptar os seus formatos e envolver os seus públicos. A Fever ajudou esses organizadores a criarem e adaptarem-se a uma nova realidade durante e pós-COVID, tornando as suas experiências mais acessíveis a mais pessoas em todo o mundo.

Como resultado, a empresa aumentou as suas receitas em dez vezes e passou a estar presente em mais de 60 cidades na Europa, América, Ásia e Oceânia, sendo os Estados Unidos da América o seu maior mercado.

“A capacidade da Fever em aumentar as receitas em dez vezes, nos últimos dois anos, demonstra a força da sua equipa e a procura duradoura por experiências da vida real. O sucesso da Fever é sustentado por tecnologia inteligente, parcerias incríveis e criadores dedicados – três fatores que acreditamos que irão garantir o seu crescimento e expansão contínua no futuro”, destaca Stephen Kerns, Managing Director do negócio Growth Equity da Goldman Sachs Asset Management.

Para reforçar as perspetivas positivas e o futuro das experiências pessoais e da vida real, à Goldman Sachs Growth juntam-se a Alignment Growth, investidor growth equity em entretenimento global e tecnologia de consumo, liderado por ex-executivos da Warner Bros, Time Warner e bancos de investimento. Os restantes investidores que participam nesta ronda são a Goodwater Capital (a maior plataforma de tecnologia de consumo globalmente dedicada) e a Smash Capital, com sede em Hollywood e Brooklyn (uma empresa de capital de risco em estágio avançado liderada por ex-investidores da Disney e de growth equity, patrocinador da Epic Games).

Além do financiamento principal anunciado de 227 milhões de dólares, participaram também a Eurazeo e a Vitruvian Partners através de um investimento secundário cujo valor não divulgado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

sixteen − 1 =