Hotéis para cães e gatos esgotam na Páscoa

Foto de wirestock no Freepik

A procura por hotéis para cães e gatos aumentou 74% nos primeiros três meses do ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, embora se preveja que cerca de 83% dos donos não encontre vagas para os seus animais para as férias da Páscoa, revela hoje uma análise da APP Fixando a mais de 2.800 pedidos de clientes entre 1 de janeiro e 5 de abril de 2023.

Com pedidos de estadia média de 10 dias, 29% da procura registada em março foi referente a reservas para a Páscoa, período este escolhido por muitos portugueses para umas miniférias em família.

Torna-se cada vez mais difícil para os donos encontrar onde deixar os seus animais, quando as marcações são feitas em cima da hora, em periodos festivos. segundo a mesma análise da Fixando, 59% dos pedidos registados este mês dizia respeito a reservas para a semana da Páscoa, mas apenas 13% destes conseguiu vaga.

“Este é um setor com muita procura, com uma falta de oferta preocupante e, por isso mesmo, aconselhamos que os donos dos animais reservem estes hotéis com, pelo menos, seis semanas de antecedência e comecem já a pensar nas férias de verão. Cerca de metade dos clientes tenta reservar estes serviços com apenas uma semana de antecedência e, como é de esperar, muitos não conseguem encontrar onde deixar os seus animais”, alerta Alice Nunes, diretora de Novos Negócios da Fixando.

A Fixando prevê que esta tendência se mantenha durante o verão, já que, nos últimos dois anos, os picos de procura verificaram-se entre junho e agosto.

Por este motivo, a APP que quer facilitar a vida de quem precisa de ajuda especializada nas mais diversas áreas, tem agido em dois eixos: junto dos donos, alertando-os para a necessidade de anteciparam a marcação das “férias” dos seus animais, e junto de pessoas que gostem de cães e gatos e que tenham a capacidade e disponibilidade para prestarem este serviço, através da oferta de envios de orçamento grátis na sua plataforma.

Em termos de preços, o valor médio praticado pelos serviços de hotel e creche situa-se nos €62/noite, um aumento de cerca de 13%, comparativamente ao preço médio por noite de 55€, praticado em 2022.

“Com uma oferta que não consegue acompanhar o consistente aumento da procura por estes serviços, é de esperar que os preços praticados possam subir mais, principalmente para quem não garante a estadia do seu animal com a devida antecedência”, explica Alice Nunes.

A Fixando projeta, até ao final do ano, um crescimento de cerca de 120% na procura pelos serviços de hotéis e creches para animais, fruto do regresso das atividades turísticas e dos períodos de férias fora de casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

18 + 16 =