Incubadora Second Home e Câmara de Lisboa lançam programa de aceleração

O município de Lisboa e a incubadora britânica Second Home estabeleceram uma parceria para a promoção do empreendedorismo na cidade. O objetivo é desenvolver um programa de aceleração para 1000 empreendedores e abrir canais que conectem Lisboa aos principais hubs empreendedores internacionais.

Durante a duração do programa vão ser criados 100 momentos de aceleração, em Lisboa e Londres, com eventos mensais abertos aos empreendedores europeus, e sessões individuais onde os participantes contactarão com investidores e capitais de risco. O programa prevê ainda sessões de mentoria e formação para ajudar as startups a acelerar os seus projetos e fazer crescer as empresas.

Com esta iniciativa pretende-se potenciar a ligação entre os ecossistemas criativos e inovadores de Lisboa e Londres, e criar condições para fomentar a aceleração do ecossistema da cidade – Made of Lisboa. ‘Temos escala, temos pessoas, players e reconhecimento. Agora temos de entrar numa nova fase, abrindo oportunidades para expor os empreendedores de Lisboa à inovação das grandes empresas internacionais’, justificou Fernando Medina, na sessão de apresentação publica do evento.

O conceito de Second Home, fundado por Rohan Silva em Londres, assenta na partilha de conhecimento, através do coworking. A ideia é que, freelancers e pequenas empresas ou projetos de diferentes áreas interajam, criando novas propostas de valor.

Vocacionada para a área criativa, o Second Home tem, três escritórios em Londres e, desde o ano passado, um espaço também no Mercado da Ribeira, em Lisboa. O programa de aceleração agora apresentado vai operar em todos os espaços da incubadora britânica, mas orientado para projetos empreendedores de Lisboa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

fourteen − 1 =