Investimento em sustentabilidade cresce na plataforma GoParity

Foto de Tobias Weinhold no Unsplash

A GoParity viu o volume de investimentos em projetos de sustentabilidade crescer este ano o equivalente à soma dos três anos anteriores. A pandemia da COVID-19 paralisou a economia, mas não a economia de impacto.

Desde janeiro, a plataforma de financiamento colaborativo por empréstimo (crowdlending) para projetos sociais e ambientais, alcançou um investimento médio mensal de perto de meio milhão de euros, com um pico de investimento no mês de abril, quando se registaram 616 mil euros investidos, seguindo-se o mês de agosto, com 570 mil euros investidos. Comparado ao mês homólogo, investiu-se por dia o equivalente a seis dias em 2020.

A GoParity foi fundada há quatro anos e só este ano (entre janeiro e agosto) já atingiu um volume de investimento na ordem dos 3,8 milhões de euros, atingindo o marco de 7,6 milhões de euros de investimento desde a sua abertura. Também o número de utilizadores cresceu 50% durante o mesmo período, atingindo os 14 mil investidores.

“Apesar de tudo o que trouxe de mau, a pandemia mudou para melhor a forma como nos relacionamos (e o valor que damos) uns com os outros e com o planeta em que vivemos”, sublinha Nuno Brito Jorge, CEO e cofundador da GoParity, acrescentando que “existe um antes e um depois do embate da pandemia”.

“Na GoParity há uma grande proximidade e transparência entre a comunidade de investidores e os projetos que financiam. Isso faz com que saibam sempre onde foi usado o dinheiro investido. A proximidade e materialização do impacto social e ambiental que o investimento realizado tem, são muito importantes e diferenciadoras. Foi também isto que fez com que tivéssemos sido tão bem sucedidos a lidar com a pandemia”, explica.  

A crescente consciencialização da emergência climática e da forma como nos comportamos e consumimos, acentuados pela pandemia, também veio acelerar o crescimento da GoParity. “A ação individual, a forma como usamos o nosso dinheiro, as nossas decisões de consumo podem moldar o sistema. A mudança está a acontecer, desde a educação, ao que comemos e vestimos. As finanças sustentáveis são um dos veículos dessa mudança”, esclarece Nuno Brito Jorge.

Equipa da GoParity

Com mais investidores e investimento, a plataforma viu crescer o impacto ambiental e social dos projetos financiados, que evitam a emissão de 21 mil toneladas de dióxido de carbono todos os anos (o equivalente à capacidade de absorção de quase 1 milhão de árvores) e que impactaram positivamente 52 mil pessoas em nove países do mundo, até à data. Até ao momento já foram financiados 111 projetos de sustentabilidade que contribuem para os 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 das Nações Unidas, cerca de 40% destes em 2021.

O investimento é assegurado pelos quase 14 mil utilizadores da GoParity, número que de Janeiro a Agosto cresceu 50% face ao ano anterior. Há 65 nacionalidades entre os perfis, mas as que representam a maior fatia são a nacionalidade portuguesa, a espanhola, a italiana, a brasileira e a holandesa. À data, os investidores já receberam de volta mais de 1,8 milhões de euros.

Segundo a GoParity, há cada vez mais projetos à procura de financiamento alternativo. “Já temos projetos em fila de espera que representam um total de investimento de sete milhões de euros, mas a nossa comunidade atual ainda não tem capacidade para absorver este investimento. O nosso grande foco agora vai ser em atrair mais investidores para a plataforma: fazer crescer a nossa comunidade e tornar as finanças de impacto o novo normal.”

Em prospetiva, a GoParity espera atingir os 10 milhões de euros em investimento sustentável até ao final do ano e voltar a duplicar o valor nos primeiros seis meses do próximo ano. Quanto ao número de investidores, a GoParity conta ver a sua comunidade crescer para os 20 mil investidores até dezembro.

Foto de Joshua Mayo no Unsplash

A nível de negócio, Nuno Brito Jorge acrescenta ainda que “a entrada da Mustard Seed Maze e da Critical Software no capital da GoParity permitiu-nos contratar mais pessoas para as áreas de marketing e desenvolvimento (atualmente somos 14 pessoas), permitiu-nos acelerar o desenvolvimento do produto e aumentar o nosso crescimento. Ao mesmo tempo, estamos a fechar várias parcerias e a trazer mais grandes empresas para o mundo do impacto e do investimento sustentável”.

Também para o último trimestre do ano a GoParity pretende apostar numa nova versão da aplicação móvel, em garantir maior acesso a financiamento a empresas do terceiro setor e ainda trazer mais empresas para o lado verde das finanças e investimento. “Estamos a desenvolver novos produtos para empresas que prometem benefícios tripartidos entre os colaboradores, ambiente e as próprias empresas, como a compensação carbónica e incentivos para atração e retenção de talento” revela o fundador da plataforma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

11 − seven =