O Caminho do Empreendedor

O caminho do Empreendedor

Conheça os primeiros quatro passos fundamentais que ditam o sucesso da aventura empreendedora. Quem sou eu enquanto empreendedor? Qual é a minha ideia e qual seu potencial? Quem é a minha equipa e as suas mais valias? Que se destaca no meu Plano de Negócios

Estes são os elementos-base de uma estratégia inteligente para qualquer novo projeto empreendedor e os quais consideramos ser os mais importantes que ditam o sucesso da aventura empreendedora.

Conheça os primeiros quatro passos:

Passo 1 – Perfil e Motivação Empreendedora:

Neste passo, o empreendedor questiona-se sobre o que o motiva e qual o seu perfil de empreendedor, num processo de autoconhecimento contínuo. Conhecer o seu próprio perfil e motivação é essencial para tomar as decisões certas. O que o motiva no caminho empreendedor? O risco? A liberdade? O processo criativo? Conhece o seu perfil enquanto empreendedor? Considera ter características realmente empreendedoras?

Desenvolver um processo de autoconhecimento é um passo importante para todos que pensam em ter um negócio próprio. Um maior conhecimento a respeito de si mesmo permite conhecer determinados comportamentos e identificar pontos fortes e fracos. SWOT, Myers-Briggs Type Indicator (MBTI), DISC e o Eneagrama são algumas das ferramentas que oferecem informações para que o empreendedor reflita sobre sua personalidade e comportamento, que podem ser utilizadas no desenvolvimento do seu negócio.

Passo 2 – Criação e Desenvolvimento da Ideia:

A ideia é o ponto de partida do caminho empreendedor, onde a criatividade e inovação são as características do empreendedor que mais se salientam. As ideias podem surgir das mais diversas fontes e contextos, tais como, experiências de trabalho anteriores, conversas com familiares e amigos, feiras, entre outros. Técnicas como Brainstorming, a Análise TOWS, o Roteiro ou o Design Thinking potenciam a geração de novas ideias.

O desafio consiste em identificar ideias que sejam reais oportunidades de negócio. Para a avaliação do potencial da sua ideia questione-se:

  • A minha ideia é realmente nova?
  • A minha ideia é útil?
  • A minha ideia será útil para mim e para os outros?
  • Que razões que podem impedir que a ideia resulte?
  • Que razões evidenciam o porquê da ideia funcionar?
  • O que é diferente acerca desta ideia de outras já no mercado?
  • Se pudesse melhorar o produto / serviço o que faria?
  • O que é que está a criar a oportunidade?
  • Durante quanto tempo é que as condições que criam a oportunidade se irão manter?
  • O mercado potencial tem uma dimensão interessante?
  • Qual é a necessidade real para o produto/serviço?
  • Quais são os clientes alvo? Como é que se pode chegar aos clientes alvo?
  • Qual é a sensibilidade ao preço e quanto é que o produto/serviço vale para os clientes?
  • De onde parte a competição? Em que é que os concorrentes não estão a satisfazer as necessidades?
  • Os recursos necessários para criar a nova empresa estão disponíveis?

Métodos como análises de mercado permitem avaliar a viabilidade do negócio. Estas análises permitem um maior entendimento do mercado onde atua a empresa, dos seus clientes, dos seus concorrentes e do ambiente onde o produto/serviço se encontra.

Com a ideia validada e maturada, e antes de passar à ação é importante conhecer a envolvente legal e socioeconómica. Para poder criar a sua organização assegure-se de que regista a sua ideia e formaliza o seu negócio.

Passo 3 – Constituição da Equipa:

Este é um dos passos mais fulcrais no processo empreendedor: ter uma equipa de projeto que colaboram consigo com vista ao sucesso do seu negócio. É importante que crie uma equipa polivalente e multifacetada, em que os colaboradores possuam competências complementares às do mentor do projeto, assegurando as diversas áreas funcionais da empresa. Pense quais as áreas de negócio em que poderá necessitar de mais apoio, por exemplo: Comunicação, Marketing, Web Design, Contabilidade, Gestão, entre outras.

Promover e manter a motivação e produtividade da equipa é essencial. Alguma estratégias poderão ser:

  • Identifique e solucione as questões relativas à equipa que prejudicam o sucesso do projeto como: excesso de faltas, atraso nas entregas das suas tarefas ou intrigas entre os colaboradores;
  • Encarar as situações adversas de forma assertiva;
  • Promova atividades de teambuilding;
  • Formações de equipa;
  • Ofereça plano de carreira ou possibilidade de promoção;
  • Dê feedback (as críticas mostram como melhorar e os elogios engrandecem os resultados).

Passo 4 – Elaboração do Plano de Negócio:

É aqui que as ideias dos empreendedores são passadas para o papel através da elaboração do plano de negócios. Tomam-se decisões importantes, definem-se prioridades e discutem-se estratégias. Esta fase é uma das fundamentais para o sucesso da empresa e onde se elabora o que será o cartão-de-visita da empresa junto de potenciais investidores e financiadores externos.

O empreendedor, ao iniciar um novo projeto, deve ter a preocupação de construir um plano que seja exequível e realista. No entanto, a realidade é sempre diferente daquilo que foi projetado, pelo que o plano de negócios deve ser entendido como um documento dinâmico e em constante alteração.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

nineteen − 4 =