Páginas Amarelas e Livraria Barata impulsionam transição digital das livrarias

Imagem de Hermann Kollinger por Pixabay

Páginas Amarelas, a maior agência nacional de marketing digital, acaba de se associar à Livraria Barata para patrocinar a retoma do setor livreiro independente, fortemente impactado pela pandemia.

Num trabalho de renovação que promete vir a inspirar outras instituições emblemáticas, a Páginas Amarelas vai criar um website com loja online para integrar a estratégia comercial de sobrevivência e afirmação da Livraria Barata, prevendo diversificar canais de receita através da promoção e venda de produtos.

Segundo Elsa Barata, responsável da Livraria Barata, “este contributo é um dos fatores decisivos para a continuidade e sucesso”.

De acordo com António Alegre, CEO da Páginas Amarelas, “o apelo do Presidente da República foi catalisador para a nossa equipa e não temos dúvidas de que a cooperação em curso com a Livraria Barata poderá estender-se a mais instituições culturais históricas, fundamentais para a preservação da herança nacional do país e para a superação desta crise”.

Decorrente do apoio oferecido à Livraria Barata, a Páginas Amarelas anuncia também a criação de um pacote de impulso ao setor livreiro que prevê a oferta dos serviços da agência durante um ano às livrarias que procurem respostas para a necessidade de transição digital.

Focada em fazer parte de uma solução de recuperação económica do país, a Páginas Amarelas revela-se disponível para trabalhar com o Governo no desenho de uma estratégia para apoiar as empresas nacionais a fortalecerem a sua presença digital tanto no curto prazo, para ajudar a combater o momento atual, como para o futuro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

one × one =