Payflow Recebe Investimento de 20 milhões de euros para Expansão Internacional

Foto de Payflow

A Payflow, uma fintech espanhola que oferece serviços de salário flexível, está pronta para expandir para novos mercados na Europa e América Latina, com um investimento de 20 milhões de euros do BBVA Spark, um ramo do Grupo BBVA dedicado a apoiar empresas de alto crescimento.

Em declarações ao Empreendedor, Benoit Menardo, cofundador da Payflow, expressou gratidão pela confiança dos investidores e enfatizou o compromisso contínuo da empresa em fornecer um serviço excecional. “Esta ronda vai permitir-nos continuar a oferecer um serviço excecional aos nossos clientes”, acrescentado que “Esta aliança e o financiamento do BBVA Spark vão desempenhar um papel fundamental para nós.”

A Payflow pretende expandir-se tanto na América Latina quanto na Europa e continuar a melhorar o bem-estar financeiro dos trabalhadores, oferecendo flexibilidade no pagamento de salários, permitindo que os trabalhadores das empresas clientes possam auferir frações do salario correspondente ao período trabalhado, antes da data habitual de pagamento.

Avinash Sukhwani, cofundador da Payflow, revelou-se otimista face ao crescimento, destacando a inovação do serviço disponibilizado pela Payflow. “Fechámos parcerias com mais de 50 mil empregados e estamos a posicionar-nos cada vez mais como a SuperApp de bem-estar financeiro mais abrangente do mercado. O nosso produto é único no mundo, porque incluímos os dois benefícios sociais mais desejados e valorizados pelos trabalhadores: remuneração flexível e salário a pedido.”

“A nível internacional, este financiamento vai permitir-nos crescer 10 vezes a nível internacional, uma vez que conseguiremos cobrir, sem problemas, todas as transações que os nossos utilizadores fazem através da plataforma durante o mês. Uma diferença muito importante entre a Payflow e os seus concorrentes é o facto de não alterarmos o fluxo de caixa das empresas que contratam o serviço. Ou seja, somos nós que colocamos o dinheiro das transações que os funcionários fazem mês a mês, através da Payflow. No final do mês, a empresa reembolsa-nos esse valor. Assim, ter o apoio do BBVA e esta liquidez vai permitir-nos operar melhor e em maior escala em Espanha e Portugal”, acrescentou Avinash Sukhwani.

Com este investimento do BBVA Spark, a Payflow ultrapassará os 32 milhões de euros em financiamento e rondas de dívida, consolidando a sua posição como a startup mais financiada no campo de salário sob demanda na União Europeia. Inicialmente, a fintech havia angariado mais de 12 milhões de euros em financiamento, com a participação de investidores como Y Combinator, Seaya Ventures, Cathay Innovation, Telefónica, Plug&Play e Rocket Internet, entre outros.

Roberto Albaladejo, responsável pela BBVA Spark, afirmou estar orgulhoso de apoiar a Payflow nos seus planos de crescimento. Esta é “uma empresa que está a experimentar um rápido crescimento tanto em Espanha como na América Latina e que, através da tecnologia, está a facilitar a vida das pessoas ao mesmo tempo que cuidam da sua saúde financeira, algo que deve estar ao alcance de todos.”

A Payflow, foi fundada em março de 2020, em Espanha, por Benoit Menardo e Avinash Sukhwani. Atualmente tem mais de 70 funcionários e presença em Madrid, Barcelona, Lisboa, Bogotá e Lima, com planos sólidos de expandir para um novo mercado na América Latina nos próximos meses. Conta com mais de 800 clientes em todo o mundo, incluindo empresas como Telefónica, Mango e Alcampo. Em Portugal, destacam-se entre os clientes da Payflow empresas como o Grupo Plateform, Horto do Campo Grande, Garcias, Olisipo, Lanidor, Mama Shelter, Poke House, Grupo Non Basta e Gleba, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

sixteen + 16 =