Petrobras é a Empresa de Petróleo Mais Valiosa da América Latina

Foto de Atlas Company em Freepik

A Petrobras, marca líder no setor de petróleo e gás do Brasil e da América Latina, enfrenta uma perda de posição no mercado, pelo segundo ano consecutivo, de acordo com o último relatório da Brand Finance. Embora tenha caído para o 40º lugar no ranking global, a empresa mantém a sua posição como a mais valiosa na região, com um valor de marca de 3,4 mil milhões de dólares.

A análise da Brand Finance revela que a Petrobras registrou uma queda de 13% no seu valor de marca em relação ao ano anterior. Esse declínio é atribuído a vários fatores, incluindo uma redução de 33,8% no lucro líquido em relação a 2022. No entanto, a empresa demonstrou uma sólida pontuação de força de marca, refletindo a sua posição estabelecida e reconhecida no setor energético brasileiro.

Eduardo Chaves, Managing Director da Brand Finance no Brasil, destacou a importância da Petrobras no cenário energético do Brasil e a sua capacidade de se adaptar às tendências do mercado. Ele observou que, embora a empresa tenha enfrentado desafios em 2023, a sua posição é sólida e indica um potencial de crescimento futuro.

A Shell mantém-se como a marca de petróleo e gás mais valiosa do mundo. Registando um aumento de 4% no valor da marca para 50.3 mil milhões de dólares, a Shell permaneceu resiliente apesar dos desafios, como a queda na receita, o declínio no valor da empresa e a diminuição do índice de Força da Marca (BSI).

Energia na base do sucesso económico
Foto de Wiroj Sidhisoradej no Freepik

A, Aramco, PetroChina e Sinopec permanecem em segundo, terceiro e quarto lugares, respetivamente. A BP completa o top cinco, depois de ter caído no ranking no ano anterior.

“À medida que a Shell continua a manter sua posição como a marca líder mundial de petróleo e gás, destaca-se a notável estabilidade da marca apesar das questões sobre a estratégia corporativa de longo prazo da empresa. Correspondentemente, as 10 principais marcas de petróleo e gás têm diferentes visões sobre seu papel na transição energética; resta saber qual posicionamento de marca impulsiona o valor ótimo para os respetivos negócios a longo prazo”, comenta Savio D’Souza, Diretor Sénior da Brand Finance.

A QatarEnergy emergiu como a marca de mais rápido crescimento no setor de petróleo e gás, experimentando um aumento de 82% no valor da marca para alcançar 3.2 mil milhões de dólares. Esse crescimento é atribuído em grande parte à bem-sucedida integração da Qatargas à marca QatarEnergy. O rebranding estratégico para QatarEnergy LNG consolidou a marca e destacou o seu compromisso com o gás natural liquefeito (GNL) na transição energética.

Por fim a PETRONAS continua a ser marca mais forte do setor de petróleo e gás, mantendo sua classificação AAA de força de marca, apesar dos significativos desafios globais. No entanto, de acordo com a pesquisa da Brand Finance, a marca da Malásia ocupa o 10º lugar no ranking global do valor de mercado.

Além das marcas britânicas Shell e BP, apenas a francesa Total, a norueguesa Equinor e a italiana ENI compõem o leque das petrolíferas europeias no Top 25.  

A análise da Brand Finance calcula o valor das marcas e avalia a sua força relativa por meio de métricas que consideram o investimento em marketing, o patrimônio da marca e o desempenho comercial. Certificada pela ISO 20671, essa avaliação incorpora dados de pesquisa de mercado de mais de 150.000 entrevistados em 41 países e 31 setores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

eighteen − 13 =