Porque deve investir o seu dinheiro? Saiba como fazê-lo com segurança

tipos de investimentos
Imagem de Filip Filipović por Pixabay

Muitas pessoas já pensaram em investir, mas com tantas dúvidas, fica sempre uma insegurança e a ideia não sai do papel. Por isso, preparamos um guia simplificado para falar sobre investimentos e como garantir o seu conforto financeiro no futuro.

Investimentos em renda fixa, variável, de curto ou longo prazo e até opções binárias em plataformas especializadas como a IQ Option. São muitas as possibilidades para investimento. Então é natural que muitas dúvidas vão surgindo ao longo do caminho.

Por isso, falaremos sobre o que leva as pessoas a investir, os principais tipos de investimentos e como começar a investir. Se tem interesse no assunto, continue a ler este texto para que tenha todas as informações necessárias antes de investir.

Imagem de 3D Animation Production Company por Pixabay

Bons motivos para investir

Antes de falar sobre os motivos pelos quais as pessoas investem, precisamos definir o que é investimento. Os investimentos nada mais são do que aplicações que têm como objetivo o ganho de lucros futuros.

Portanto, guardar o dinheiro em conta, cofre ou mesmo em casa não é considerado um investimento. Afinal, nenhuma dessas estratégias é capaz de gerar rendimentos sobre o valor poupado.

Quem recorre a investimentos são pessoas que possuem um determinado valor em dinheiro e desejam ter lucros sobre o mesmo. Dessa forma, é possível garantir uma velhice tranquila, concretizar o plano de viajar ou mesmo realizar o sonho de comprar casa própria.

Outro bom motivo é ter o investimento como um complemento de renda. Para ter direito a este tipo de benefício, os tipos de aplicações que garantem lucros frequentes podem ser interessantes.

Além disso, investir pode garantir uma reserva para possíveis imprevistos. Este é um excelente motivo para fazer aplicações, sobretudo num contexto de crise na economia. É sempre bom estar preparado para evitar problemas financeiros.

Resumindo, os motivos pelos quais uma pessoa investe podem ser os mais diversos. Mas para fazer aplicações é preciso conhecê-las, não é verdade? No tópico a seguir terá mais informações sobre o assunto.

Imagem de Miloslav Hamřík por Pixabay

Tipos de investimentos

Em Portugal é possível investir em Certificado de Aforro. A aplicação será destinada aos títulos de dívidas do setor público. Por se tratar de um investimento de renda fixa, o dinheiro terá lucro sob a mesma percentagem de taxa de juros.

Já o Certificado do Tesouro é um investimento que gera taxas de juros que crescem anualmente. Mas por ser um tipo de investimento que depende da economia portuguesa, é preciso ter atenção ao Produto Interno Bruto do país. Afinal, a taxa de juros cresce de acordo com o PIB.

A Poupança pode ser uma boa opção para investidores que temem riscos. Contudo, os ganhos não são tão vantajosos quando comparados a investimentos mais arriscados.

Há também investidores que fazem aplicações no setor imobiliário. Esta é uma boa alternativa para pessoas que já tenham um bom dinheiro para investir. O principal objetivo deste tipo de investimento é obter lucro sobre a venda, arrendamento e muito mais.

As ações são boas alternativas para investidores mais ousados e que aceitam correr riscos para ter chances de lucros maiores. O mesmo se aplica a criptomoedas e opções binárias, uma opção de grande risco e bons retornos. Elas podem ser compradas em plataformas como a IQ Option, que oferece segurança e também conteúdo para aprender sobre os mercados.

Além dos tipos de investimentos aqui citados, há muitos outros possíveis para fazer aplicações. Para definir o modelo ideal para si, estude cada um deles, converse com uma pessoa da área e conheça o seu perfil de investidor.

Imagem de Lorenzo Cafaro por Pixabay

Como começar a investir?

Antes de mais, caso tenha interesse em investir, é preciso ter em mente que isso não é possível quando se tem dívidas. Afinal, não é recomendado tirar um montante do pagamento de contas para a aplicação em investimentos.

Portanto, o futuro investidor deverá fazer um planeamento financeiro para saber o valor que poderá destinar às aplicações.

Além disso, é essencial que o investidor conheça os tipos de investimentos e que possa ter auxílio quando necessário. Recorrer a corretoras confiáveis é importante neste tipo de situações.

Fique sempre atento aos fatores externos: economia do país, investimentos promissores, tendências do mercado e muito mais. Acompanhar as notícias e ter acesso a plataformas especializadas no setor pode fazer toda a diferença.

Seja qual for o investimento escolhido, exige estudo constante por parte do investidor. Além do mais, tenha em mente que não é necessário ter uma grande quantia de dinheiro para começar a investir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

10 − one =